Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Carta ao Leitor com Da Redação

Carta ao Leitor: O avanço da ignorância

Por que essas barbaridades vêm ganhando terreno e apoio popular numa era de tanta informação?

access_time 13 set 2019, 10h48

Ataques à democracia, recolhimento de livros, campanhas antivacinação, fake news e questionamentos sobre a forma redonda da Terra. Anos atrás, os defensores dessas ideias seriam chamados de malucos ou boçais. Hoje tais insanidades são praticadas sem pudor por pessoas que deveriam zelar por valores elevados, como o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e o vereador licenciado Carlos Bolsonaro. Afinal, por que essas barbaridades vêm ganhando terreno?

Nesta edição, VEJA procura explicar o triste fenômeno. Ao contrário do senso comum de que evoluímos numa linha reta, a história da humanidade tem momentos de regressão, como no período em que a Igreja queimava pessoas e censurava o conhecimento.

VEJA reforça junto a você, Leitor, o compromisso com a democracia e com a proteção ao Estado democrático de direito, a defesa da ciência e das liberdades individuais. Nós faremos tudo para a vitória do conhecimento sobre a ignorância. Na nossa visão, o momento atual será apenas um eclipse passageiro na história do Brasil e da humanidade.

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Bandarra

    Os novos donos da verdade?

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    Foram ele que condenaram Galileu.

    Curtir

  3. Paulo Bandarra

    Voltamos na mesma.

    Curtir

  4. Aldo Cosentino

    Está faltando um acerto na comunicação. O Crivella (não gosto dele, aliás) não censurou nada, apenas pediu, como previsto no ECA, que o livro fosse embalado em papel opaco (aliás ele disse isso em entrevista à TV Globo). Se houve exagero dos policiais, é outro caso, nas censura, certamente não houve.

    Curtir