Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Como vive Felipe Neto, o youtuber que faz a cabeça do seu filho

VEJA acompanhou o fenômeno infantojuvenil durante três dias. Acompanhe o vídeo

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 14h12 - Publicado em 16 fev 2018, 18h41

Com 19 milhões de seguidores em seu canal do YouTube, Felipe Neto conta com quinze gravações que superaram 10 milhões de cliques. Somadas, as visualizações de todos os seu vídeos totalizam 2.8 bilhões. Os números parecem colossais? E são mesmo. Mas não surpreendem o youtuber de 30 anos recém-completados, acostumado a lidar com numerões. “Menos de 2 milhões de acessos, considero fracasso”, pontua ele.

“Sei muito bem que a dimensão da minha audiência, atrelada ao fato de que a maior parte dela é formada por crianças, faz com que eu tenha uma grande responsabilidade sobre o que falo, ou acerca de como me posiciono diante de vários temas”, afirma ele. “O que eu digo pode ser depois reproduzido pela criançada em casa, na escola, em conversas com amigos”, observa. E é mesmo o que acontece. Se existe, hoje, uma dessas celebridades que a internet ajudou a formar capaz de tomar conta da cabeça da garotada, essa figura é Felipe Neto — inclusive, literalmente: os fãs adoram pintar o cabelo com cores extravagantes para ficar mais parecidos, um pouquinho que seja, com o ídolo.

Durante três dias, VEJA acompanhou o youtuber em sua passagem pelo Distrito Federal e por Vila Velha, no Espírito Santo, e em sua rotina na casa onde vive — uma mansão, avaliada em mais de 6 milhões de reais, localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Não há dúvida: como disse um pai em Brasília, ele é “a Xuxa dos novos tempos”. Com uma diferença em relação à ex-estrela da Rede Globo: a independência. O canal de Felipe Neto é… Felipe Neto.

Publicidade