Clique e assine a partir de 9,90/mês

Como controlar o vício em celulares, games, redes sociais

O escritor australiano Adam Alter, do livro 'Irresistível', fala ao 'A Origem dos Bytes' sobre como as novas tecnologias podem ser a cocaína do século XXI

Por Filipe Vilicic - Atualizado em 21 Maio 2018, 12h15 - Publicado em 7 Maio 2018, 18h19

O programa semanal (todas as segundas) ‘A Origem dos Bytes’ tratou recentemente de como o vício nas novas tecnologias, como videogames, tablets e redes sociais, nos deixou inertes diante de gravíssimos problemas do mundo real. Citou-se o livro Irresistível (Editora Objetiva), do australiano Adam Alter, psicólogo, escritor e professor universitário em Nova York, como uma das maiores referências de estudo sobre esse novo tipo de dependência comportamental. Seria o vício em gadgets e, por exemplo, no Facebook, no Twitter ou no Instagram, comparável ao em substâncias alucinógenas ilegais, como maconha, cocaína e crack?

No novo episódio do programa, o editor Filipe Vilicic, também titular do blog A Origem dos Bytes, entrevista Alter em busca de uma resposta. A conversa ainda aborda questões como: Quando a dependência desse tipo vira um problema médico? Há tratamentos? Como identificar quando filhos e amigos estão viciados? Alter esclarece essas e outras dúvidas.

A entrevista atende a pedidos de leitores que, após assistirem ao episódio anterior sobre o tema, sugeriram a conversa com Adam Alter. Caso tenha ideias de temas, debates e entrevistados para o A Origem dos Bytes, envie-as por meio da seção de comentários abaixo ou pelo contato pelos perfis públicos de Filipe Vilicic nas redes sociais (Twitter, Facebook e Instagram).

 

Publicidade