Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Selfie’ de macaco pode causar disputa na Justiça

Fotógrafo britânico reivindica propriedade da fotografia publicada como domínio público na Fundação Wikimedia, responsável pela gestão da Wikipédia

Um fotógrafo britânico pode levar à Justiça a Fundação Wikimedia porque a base de dados gratuita, responsável pela gestão da Wikipédia, nega-se a retirar de sua coleção de imagens um “selfie” feito por um macaco que pegou sua câmera. David Slater reivindica a propriedade da imagem, registrada pelo animal durante uma reportagem na ilha indonésia de Sulawesi em 2011.

“A imagem me pertence. Mas como foi o macaco que apertou o botão e tirou a foto, eles (Wikimedia) dizem que o macaco é o titular dos direitos autorais”, declarou o fotógrafo à imprensa britânica. Slater exige há dois anos a retirada da foto da midiateca Wikimedia Commons, que oferece o download gratuito de 22 milhões de arquivos (sons, vídeos, imagens) livres de direitos.

O fotógrafo acredita ter perdido uma fortuna por não poder vender a imagem e ameaça levar o assunto aos tribunais. A história se tornou conhecida quando a Fundação Wikimedia divulgou na quarta-feira o primeiro relatório de transparência no qual enumera as demandas de supressão de arquivos por disputas sobre direitos autorais.

Katherine Maher, porta-voz da Wikimedia, declarou que sob a lei americana a foto não pertence a Slater. “Sob as leis americanas, os direitos autorais não podem estar nas mãos de algo não-humano. Neste caso particular, os direitos autorais não pertencem a ninguém e o arquivo é de domínio público. Não pertence ao macaco nem ao fotógrafo”, argumentou Maher.

(Com France-Presse)