Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O que o Google mostrou em seu evento anual de lançamentos

Além da atualização dos smartphones da linha Pixel, também foram anunciados fones wireless e um notebook

O Google exibiu para o público nesta terça-feira 15 a sua nova geração de smartphones com os dispositivos Pixel 4 e Pixel 4 XL. Os aparelhos foram apresentados durante o evento Made by Google ’19, realizado em Nova York, nos Estados Unidos.

A aparência do aparelho não mudou muito em relação ao Pixel 3. O minimalismo se mantém e segue linha dos últimos lançamentos de produtos do Google, como o speaker Nest, disponibilizando apenas as cores preta (Just Black), branca (Clearly White) e laranja (Oh So Orange). O aparelho tem acabamento em vidro e traz um conjunto de câmeras traseiras agrupadas em um quadrado preto, semelhante ao do design do iPhone 11.

Entre as novidades do Pixel se destaca a inclusão de um radar chamado Projeto Soli no grupo de sensores do aparelho. Posicionado próximo à câmera frontal, o dispositivo é capaz de detectar movimentos e transformá-los em ações é possível acenar para o smartphone para pular músicas, acionar ou desligar o alarme e até para rejeitar chamadas telefônicas. O componente também consegue identificar o rosto do usuário que estará manuseando o aparelho. A expectativa é de que a tecnologia obtenha resultados semelhantes aos apresentados pelo Face ID, presente nos iPhones, da Apple.

A versão básica Pixel 4 foi anunciada por US$ 799, com 64GB, e US$899 na versão de 128GB. Já o Pixel 4 XL custa US$ 100 a mais: com 64GB, US$ 899; com 128GB, US$ 999. Todos os modelos chegam no mercado internacional em 24 de outubro, e não serão comercializados no Brasil (ao menos oficialmente).

O Google também anunciou sua entrada no mercado de fones de ouvido sem fio, seguindo a direção de outras gigantes tecnológicas. Os Pixel Buds funcionam a uma distância de quase 100 metros do telefone, possuem bateria com autonomia de 5 horas e chegam às lojas a partir de março de 2020, por US$ 179. Também foi mostrada uma nova versão do computador do Google, o Pixelbook Go, que é mais fino que o anterior, tem um teclado silencioso e roda o sistema operacional Chrome OS.