Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Há (muitas) vagas para quem quer trabalhar com IA

Pesquisa chinesa revela que há apenas 300 000 desenvolvedores de inteligência artificial no mundo — e a demanda seria superior a 1 milhão de profissionais  

No ramo da inovação, nada é mais promissor do que o desenvolvimento de recursos de inteligência artificial (IA). Essa tecnologia está presente em diversas novidades que chamaram atenção nos últimos anos. É o caso, por exemplo, de smartphones que identificam o rosto do dono, como o mais recente iPhone, da Apple, e de veículos autônomos projetados por empresas do porte da Google. Contudo, o aperfeiçoamento da IA tem esbarrado numa limitação: faltam especialistas capacitados. Há carência de profissionais capazes de programar máquinas para que elas pensem de forma similar a um ser humano. A constatação veio à tona em uma pesquisa lançada no último dia 1º pela chinesa Tencent — a equivalente asiática do Facebook –, tema de reportagem de VEJA desta semana.

Assine agora o site para ler na íntegra esta reportagem e tenha acesso a todas as edições de VEJA:

Ou adquira a edição desta semana para iOS e Android.
Aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.