Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Qual é o tempo ideal de sono para crianças e adolescentes?

Pela primeira vez, a Academia Americana de Medicina do Sono lançou diretrizes sobre o padrão correto de sono para quem tem 4 meses e 18 anos de idade

Dormir na medida certa pode afastar problemas como obesidade, diabetes e depressão. A Academia Americana de Medicina do Sono (AASM, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, lançou uma diretriz de quantas horas de sono são necessárias diariamente para ficar com a saúde em dia, de acordo com cada faixa etária. A recomendação da entidade, que pela primeira vez abrange crianças e adolescentes, foi publicada nesta segunda-feira, no periódico científico Journal of Clinical Sleep Medicine.

Após revisar 864 artigos científicos já publicados sobre a relação entre o sono e a saúde em crianças, a entidade concluiu que bebês entre quatro e doze meses precisam dormir de 12 a 16 horas por dia, incluindo cochilos. Já crianças com idade entre um e dois anos, devem ter entre 11 e 14 horas de sono, incluindo cochilos. Crianças de três a cinco anos precisam de 10 a 13 horas de sono, segundo os especialistas.

Conforme a idade aumenta, a necessidade de sono diminui. Dos seis aos doze, a recomendação cai para 9 a 12 horas, ante o máximo de 11 horas da recomendação anterior. Os adolescentes de treze a dezoito anos devem dormir de 8 a 10 horas por noite para manter a saúde em dia – uma hora a mais em relação a diretriz da Fundação Nacional do Sono. De acordo com os pesquisadores, cerca de um terço da população dorme menos. 

Leia também:
Estudo revela horas de sono necessárias para cada idade
Problemas com sono podem levar a vício em redes sociais

Segundo a entidade, não foram feitas recomendações para recém-nascidos devido à grande variedade de padrões de sono considerados normais nesta faixa-etária. Mas, um estudo conduzido pela Fundação Nacional do Sono, nos Estados Unidos, ano passado, concluiu que recém-nascidos precisam dormir de 14 a 17 horas por dia.

“Mais de um terço da população dos EUA não está dormindo o suficiente, e para as crianças que estão em uma época crítica de desenvolvimento, o sono é ainda mais crucial. Certificar-se de que eles estão dormindo a quantidade adequada é uma das melhores maneiras de promover um estilo de vida saudável para uma criança.”, disse Nathaniel Watson, presidente da Academia Americana de Medicina do Sono.

De acordo com os especialistas que participaram da confecção do documento, dormir a quantidade de horas adequada está relacionada com melhora de atenção, de comportamento, na aprendizagem, na saúde mental e física. Por outro lado, uma quantidade insuficiente de sono aumenta os riscos para problemas como obesidade, diabetes, acidentes, depressão e, em adolescentes, está relacionada à automutilação e até mesmo tentativas de suicídio.

A nova orientação é endossada pela Academia Americana de Pediatria, a Sociedade para Pesquisa do sono e Associação Americana de Tecnólogos do Sono.