Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Distrito Federal confirma dois casos da nova variante ômicron

Até o momento, cinco casos da nova variante foram confirmados no Brasil

Por Paula Felix Atualizado em 2 dez 2021, 17h06 - Publicado em 2 dez 2021, 17h05

O secretário da Saúde do Distrito Federal, General Pafiadache, informou na tarde desta quinta-feira, 2, que dois casos suspeitos de infecção pela nova variante ômicron foram confirmados. Em coletiva, ele disse que o registro foi reportado a Marcelo Queiroga, ministro da Saúde. Nesta semana, outros três casos foram confirmados em São Paulo.

“Confirmei a presença da variante ômicron em dois passageiros que chegaram de Guarulhos. No momento, estão bem. Um está com leves sintomas e outro, assintomático. E estão isolados.” O secretário afirmou que foi iniciado um trabalho para identificar todos os passageiros contactantes. “Iniciamos coletas para acompanhamento e controle.”

Segundo Priscilleyne Reis, chefe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do DF, seis passageiros que estavam próximos aos infectados receberam a orientação para fazer isolamento. “Os dois casos confirmados são do sexo masculino, da faixa etária de 40 a 49 anos com três doses da vacina e estão isolados desde a chegada em Brasília.” Como eles não saíram de casa, não tiveram contato com outras pessoas.

Em São Paulo, três casos da ômicron, classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma variante de preocupação, foram confirmados. Os pacientes são um casal, um homem de 41 anos e uma mulher de 37 que esteve na África do Sul, e um homem de 29 anos que viajou para a Etiópia. Todos estavam vacinados.

Ao menos novos casos são monitorados no país. Os casos suspeitos da variante do Rio (1) e de Minas Gerais (1) ainda não foram confirmados e aguardam divulgação do resultado do sequenciamento genético.

No Paraná, são monitorados sete casos: cinco de Curitiba e dois de Foz do Iguaçu. Segundo a Secretaria de Saúde do Paraná, os pacientes tiveram contato com um dos casos confirmados após um voo internacional que teve o desembarque no Paraná no último dia 27. Um dos casos teve o resultado negativo, mas continua sendo acompanhado. “Os demais ainda não possuem resultado e/ou estão sob investigação do município.”

Continua após a publicidade

Publicidade