Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conheça a técnica que ajuda a melhorar a vida sexual

A comunicação durante o sexo - seja falando ou guiando o parceiro - aumenta a chance da satisfação sexual plena para os dois

A satisfação sexual é o principal objetivo do sexo para a maioria das pessoas. E quando se trata de melhorá-la, muitos estão dispostos a participar das mais variadas atividades. No entanto, estudo recente aponta que é possível garantir a satisfação sexual de uma maneira muito simples: a comunicação. Sim, diversos especialistas afirmam que conversar antes e depois da relação sexual ajuda a entender as expectativas e frustrações do(a) parceiro(a) . Mas a nova pesquisa aponta que a comunicação durante o sexo é outra maneira imprescindível de manter uma vida sexual satisfatória.

A ideia de conversar durante o sexo pode parecer estranha ou até mesmo desconfortável para alguns. Mas, neste caso, os pesquisadores afirmam que o tipo de comunicação é de escolha do indivíduo, podendo ser comunicação verbal, dizendo ao parceiro o que quer que ele (ou ela) faça; ou não verbal, conduzindo o companheiro ao lugar ao qual deveria se dedicar ou mostrar na prática como quer que seja feito.

O estudo, publicado no Journal of Sex & Marital Therapy, ainda indica que essa técnica melhora não apenas o sexo como interfere positivamente no relacionamento. Segundo a equipe, os resultados podem significar novas formas de realizar a comunicação sexual, além de proporcionar novas intervenções para aqueles que frequentam terapia de casal como maneira de aprimorar a relação dentro e fora do quarto.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores analisaram a vida sexual de 398 indivíduos, observando que tipo de comunicação (verbal e/ou não-verbal) surtia maior efeito na satisfação sexual das pessoas.

Veja também

Mostre e/ou fale

Para casais que não têm qualquer inibição para conversar abertamente durante o sexo, a comunicação verbal pode facilitar o desenvoltura de ambos uma vez que não existem barreiras que impeçam o diálogo direto. Quando necessário, também pode-se usar gestos e demonstrar claramente o que se quer. Já para aqueles mais tímidos, a demonstração pode ser a escolha mais acertada para que o sexo não se torne desconfortável ou menos satisfatório por causa de uma conversa constrangedora.

“Muitos casais podem se sentir desconfortáveis ​​com a comunicação verbal direta sobre prazer sexual. [Por causa disso], terapeutas e conselheiros podem recomendar que, durante o sexo, a comunicação não-verbal seja usada para ajudar a comunicar o prazer e aumentar a satisfação sexual”, comentaram os pesquisadores no relatório. Vale lembrar que a conversa pré e pós sexo deve continuar existindo em associação com a comunicação durante a relação sexual. Quanto mais se demonstra e fala, maiores são as chances de assegurar sua satisfação sexual e a de seu parceiro.

Seja criativo

Os cientistas ainda acrescentaram que sair do roteiro preestabelecido é outra maneira eficiente de fortalecer a vida sexual. Isso significa que pode ser necessário abandonar não apenas as posições rotineiras, mas os papeis que o casal assume durante o sexo. Muitos homens, por exemplo, não gostam de ficar por baixo – isso precisa ser revisto. O mesmo vale para as mulheres que não se sentem confortáveis o bastante para assumir o controle da relação sexual.

“Encorajar discussões abrangentes sobre a adesão cultural a roteiros sexuais tradicionais ou estereótipos dos papéis durante o sexo, assim como falar sobre a necessidade de desviar desses papéis, pode possibilitar maior comunicação sobre prazer, desejos e necessidades e, consequentemente, levar ao aumento da satisfação sexual”, ressaltaram os pesquisadores. 

Ou seja, inove sempre. E não se impeça de alcançar o prazer por medo de dizer ou mostrar o que quer em qualquer momento do sexo.