Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

CDC sugere que 70% dos americanos poderiam dispensar uso de máscaras

Nova diretriz leva em consideração localidades que estão em situação de níveis baixos ou médios de Covid-19

Por Paula Felix Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 26 fev 2022, 14h44

Em reunião com foco nas estratégias para a convivência com a Covid-19, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) sugeriram nesta sexta-feira, 25, que 70% da população americana estaria apta a dispensar o uso de máscaras. O CDC levou em consideração as pessoas que vivem em localidades com níveis baixos ou médios da doença na nova diretriz.

Diretora do CDC, Rochelle Walensky abordou o cenário de avanço do combate ao vírus a partir da vacinação, das doses de reforço, além do amplo acesso a testes e máscaras que oferecem mais proteção, caso do modelo N95 (PFF2 no Brasil), e dos medicamentos. Segundo ela, 200 milhões de pessoas receberam o esquema primário de imunização e 100 milhões tomaram a dose adicional.

Foi diante deste cenário que o órgão desenhou as novas orientações para as medidas preventivas, que devem considerar três pontos na análise das semanas epidemiológicas: o número de novos casos, novas hospitalizações pela doença por 100 mil habitantes e a capacidade hospitalar. Dessa forma, será possível estabelecer e os índices são altos, médios ou baixos.

“Mais da metade dos condados que representam cerca de 70% dos americanos estão em áreas com níveis de comunidade Covid-19 baixos ou médios. Este é um aumento de cerca de um terço dos municípios em níveis comunitários baixos ou médios na semana passada e continuamos a ver os indicadores melhorarem em muitas comunidades”, afirmou Greta Massetti, integrante da Equipe de Gerenciamento de Incidentes Covid-19. Ela informou que as máscaras devem continuar sendo usadas por pessoas que testarem positivo ou que tiveram contato com alguém infectado.

Continua após a publicidade

Na mesma reunião, o CDC atualizou as recomendações para uso da proteção facial nas escolas, que não precisará mais ser utilizada por toda a comunidade escolar e estará restrita a escolas de localidades com níveis altos de Covid-19.

“Nenhum de nós sabe o que o futuro reserva para nós e para este vírus e precisamos estar preparados e precisamos estar prontos para o que vier a seguir. Queremos dar às pessoas uma folga de coisas como usar máscaras quando nossos níveis estão baixos e, em seguida, ter a capacidade de alcançá-los novamente, caso as coisas piorem no futuro”, disse Rochelle.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.