Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Café e chá verde reduzem o risco de AVC, conclui estudo

Após avaliar 82.000 pessoas por mais de uma década, pesquisa observou que consumo diário de uma das bebidas diminui essa chance em até 20%

Café e chá verde podem ajudar a reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), especialmente se essas bebidas são consumidas regularmente, concluiu um novo estudo feito no Japão. Essa pesquisa mostrou, por exemplo, que beber uma xícara de café por dia já é suficiente para diminuir em 20% a chance de derrame cerebral. O trabalho completo foi publicado nesta quinta-feira no periódico Stroke, da Associação Americana do Coração.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: The Impact of Green Tea and Coffee Consumption on the Reduced Risk of Stroke Incidence in Japanese Population

Onde foi divulgada: periódico Stroke

Quem fez: Yoshihiro Kokubo, Hiroyasu Iso, Isao Saito, Kazumasa Yamagishi, Hiroshi Yatsuya, Junko Ishihara, Manami Inoue e Shoichiro Tsugane,

Instituição: Universidade da Osaka, Japão

Dados de amostragem: 82.369 pessoas de 45 a 74 anos de idade

Resultado: Beber uma xícara de café por dia reduz em 20% o risco de AVC; e consumir duas ou três xícaras de chá verde diariamente diminui essas chances em 14%. As bebidas também reduzem a probabilidade de haver hemorragia cerebral, responsável por 13% dos casos de derrame.

A pesquisa analisou os hábitos alimentares de mais de 82.000 pessoas entre 45 e 74 anos de idade ao longo de 13 anos. De acordo com os resultados, o risco de derrame cerebral é 14% menor para quem bebe de duas a três xícaras de chá verdade diariamente em comparação com quem não consome a bebida. Além disso, a análise, que foi desenvolvida na Universidade de Osaka, concluiu que beber uma xícara de café ou duas de chá verde por dia pode diminuir em 32% o risco de hemorragia cerebral. Segundo os autores do estudo, 13% dos casos de AVC ocorrem em decorrência de hemorragia no cérebro.

As conclusões apresentadas pela pesquisa foram obtidas após os dados serem ajustados de acordo com fatores como idade, sexo, tabagismo, consumo de bebida alcoólica, peso, alimentação e níveis de atividade física. Embora o estudo tenha sido feito com um grande número de pessoas, os pesquisadores não conseguiram explicar os mecanismos biológicos pelos quais o chá verde e o café atuam no organismo, mas acreditam que as substancias antioxidantes presentes nas bebidas ajudam a provocar esse benefício observado.

Leia também:

Quatro xícaras de café ao dia evitam insuficiência cardíaca

Três xícaras de café ao dia reduzem em 10% mortalidade entre adultos, diz estudo

Idosos que bebem chá verde têm menos problemas funcionais, diz estudo