Clique e assine a partir de 9,90/mês

Leitor

"É das universidades que saem as boas pesquisas que melhoram a vida do ser humano." Solange Puccinelli, São Paulo, SP

Por Da Redação - 31 Maio 2019, 07h00

ASSUNTOS MAIS COMENTADOS

  • Reforma da Previdência
  • José Luiz Setúbal (Entrevista)
  • Ana Pessoa (Primeira Pessoa)
  • Coluna de J.R. Guzzo

PREVIDÊNCIA

Torço pela aprovação da reforma da Previdência e, mais, torço para que itens da reforma não deixem brechas, como o refinanciamento de dívidas por parte de empresas que anunciam lucro de bilhões sem pôr suas contas em dia, a exemplo dos bancos (“Ajuste de contas”, 29 de maio).
Marlon Justus
Curitiba, PR

Sabe aquele ditado “O ótimo é inimigo do bom”? Nesse contexto, é melhor uma reforma aprovada com alguns ajustes e uma economia menor do que uma reforma “ideal” não aprovada. Além disso, é preciso tomar medidas urgentes para reduzir o índice alarmante de desemprego e recuperar o poder de compra dos consumidores.
Ricardo Joaquim Barbosa
São Paulo, SP


ANA PESSOA

Parabéns à mineira Ana Pessoa (“Aqui não tem jeitinho”, Primeira Pessoa, 29 de maio) por ter trocado o Brasil das incertezas, corrupções, impunidades, desonestidades e infâmia pela beleza cultural, honesta, justa e sensata de Singapura.
Luiz Lauria
Recife, PE


J.R. GUZZO

Congratulo-me com J.R. Guzzo e VEJA por disseminar uma verdade crua, mas não tão nua, aos olhos dos brasileiros e dos doutrinados da esquerda que usurpam a difícil e sofrida renda do povo, sempre surrupiada veladamente (“Roubar e roubar”, 29 de maio).
Bento Saêta
Goiânia, GO

É das universidades que saem as boas pesquisas que melhoram a vida do ser humano.
Solange Puccinelli
São Paulo, SP

Continua após a publicidade

MARKUS ZUSAK

Em quatro simples respostas, Markus Zusak, autor do best-seller A Menina que Roubava Livros, diz mais, com humildade e inteligência, que muitos compêndios de autoajuda que são vendidos por aí (“Épicos do subúrbio”, Conversa, 29 de maio).
Aldo Roberto Buontempo
São Paulo, SP


ALIMENTAÇÃO

Como diretora do Food Research Center da Universidade de São Paulo, voltado à pesquisa, inovação e difusão de conhecimentos na área de alimentos (www.usp.br/forc), gostaria de acrescentar o seguinte comentário à reportagem “Uma verdade indigesta”, de 29 de maio, com a nutricionista americana Marion Nestle: vale o bom-senso, sim, mas vale educar o consumidor em vez de criticar a indústria de alimentos e menosprezar a ciência. Cabe ao consumidor decidir o que vai comer, de forma consciente, sabendo como essa decisão resolverá sua fome e afetará sua saúde; cabe ao setor de alimentos, desde o campo até a indústria, prover as necessidades do consumidor; e cabe à ciência descobrir e divulgar a verdade das coisas. Há espaço para todos. Só não há espaço para quem foca apenas um ângulo desse complexo sistema.
Bernadette D.G.M. Franco
São Paulo, SP


LULA

A namorada de Lula (“A primeira-dama da Lava-Jato”, 29 de maio) tem emprego em estatal, salário de 17 500 reais e o “privilégio” de visitá-lo em horário de expediente. Nelson Rodrigues acertou na mosca quando disse que “o dinheiro compra tudo, até amor verdadeiro”.
Domingos Sávio Pereira
São Paulo, SP


VEJA

Há tempos não lia uma edição tão redonda de VEJA. Da Carta ao Leitor, em torno da importância da reforma da Previdência, à perfeita análise de J.R. Guzzo, a revista está de parabéns.
Fernando Nunes Monteiro
Curitiba, PR


SÃO PAULO

Ao contrário do que diz a nota “Novos bandeirantes” (Radar, 22 de maio), Fausto Trindade não faz parte da equipe de publicidade do governo do Estado de São Paulo e não houve nenhum convite para que ele passe a integrar a equipe da Secretaria de Comunicação.
Cleber Mata
Secretário de Comunicação do Governo de São Paulo
São Paulo, SP

Publicado em VEJA de 5 de junho de 2019, edição nº 2637

Continua após a publicidade
Publicidade