Clique e assine a partir de 9,90/mês

João Doria é recebido sob protestos em Natal

Prefeito vai receber uma condecoração proposta pelo presidente afastado da Câmara, Raniere Barbosa (PDT), que é acusado de desviar dinheiro público

Por Da redação - Atualizado em 16 ago 2017, 18h11 - Publicado em 16 ago 2017, 12h59

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi recebido nesta quarta-feira sob protestos em Natal. Um grupo de manifestantes entrou no Shopping Midway Mall, na Zona Leste da capital do Rio Grande do Norte, onde está sediado o Teatro Riachuelo, segurando cartazes e gritando palavras de ordem contra o prefeito paulistano.

Também é alvo dos manifestantes o empresário Flávio Rocha, amigo pessoal de Doria e executivo do Grupo Guararapes, dono do shopping e do teatro onde ocorre a cerimônia de entrega de título de cidadão natalense ao prefeito de São Paulo. Rocha receberá a Medalha Frei Miguelinho, a maior honraria concedida pela Câmara Municipal do Natal.

O título a ser recebido por Doria foi proposto pelo presidente afastado da Câmara Municipal, vereador Raniere Barbosa (PDT). O parlamentar é acusado de desviar cerca de 22 milhões de reais da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) por meio de superfaturamento de contratos.

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), foi convidado a participar da cerimônia, mas, em decorrência da Operação Anteros, desmarcou presença. A operação foi deflagrada nesta terça-feira, pela Polícia Federal e Procuradoria-Geral da República. O governador, cujo apartamento foi alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal, é apontado como principal beneficiário de esquema de desvio de dinheiro da Assembleia Legislativa, enquanto presidiu a Casa de 2003 a 2010, na ordem de 5,5 milhões milhões de reais.

Continua após a publicidade

A segurança no local foi reforçada e o acesso ao Teatro Riachuelo é liberado somente aos convidados do evento e jornalistas credenciados.

João Doria

(Com Estadão Conteúdo) 

Publicidade