Clique e assine com 88% de desconto

Mara Gabrilli: “Estou envergonhada”

Decepcionada com o PSDB, deputada diz que foi enganada por Aécio Neves e afirma que Valério tem provas contra Lula

Por Marcela Mattos - Atualizado em 24 nov 2017, 16h03 - Publicado em 24 nov 2017, 11h17

Em entrevista exclusiva a VEJA, a deputada federal, Mara Gabrilli (PSDB-SP), criticou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e disse já ter tido vergonha por ser do PSDB. Ela afirmou que se desiludiu com o partido depois do vazamento do áudio em que Aécio pedia dinheiro ao empresário Joesley Batista, preso na Operação Lava Jato. “Foi a primeira vez que não senti orgulho de dizer que era do PSDB. Talvez tenha sido ingênua, principalmente em relação ao Aécio”, disse.

A deputada disse ainda que entregou ao juiz Sergio Moro um dossiê sobre Ronan Maria Pinto, empresário acusado de participar da morte do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel em 2002. Para ela, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai ser preso por envolvimento no caso. “Marcos Valério me disse que tem as provas que incriminam o ex-presidente”.

Assine agora o site para ler na íntegra esta reportagem e tenha acesso a todas as edições de VEJA:

Ou adquira a edição desta semana para iOS e Android.
Aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Publicidade