Clique e assine com até 92% de desconto

Com Erundina de vice, Boulos quer ser candidato a prefeito de São Paulo

Chapa formada pelo líder dos sem-teto e ex-prefeita deve disputar a indicação no PSOL com os deputados Sâmia Bonfim e Carlos Giannazi; prévia será no dia 15

Por Da Redação Atualizado em 9 mar 2020, 17h08 - Publicado em 9 mar 2020, 17h06

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, anunciou nesta segunda-feira, 9, a sua pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL. A vice da chapa será a ex-prefeita paulistana e deputada federal Luiza Erundina (SP).

Em seu perfil no Twitter, Boulos afirmou que vai “unir a força do maior movimento social da cidade [MTST] com a experiência da melhor prefeita” da cidade. “Vamos fazer de São Paulo a capital da resistência”, diz a publicação. Em 1988, então filiada ao PT, Luiza Erundina se tornou a primeira prefeita eleita em São Paulo. Ela governou a cidade até o final de 1992. Boulos foi o candidato do PSOL à Presidência da República na eleição de 2018 – terminou em nono lugar, com 617.122 votos (0,58% do total de votos válidos).

O PSOL, no entanto, deverá ter outros candidatos à indicação para concorrer à prefeitura paulistana. A deputada federal Sâmia Bomfim (SP) já anunciou a sua pré-candidatura. Outro nome cotado é o do deputado estadual Carlos Giannazi, que exerce seu quarto mandato na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). O partido definirá o candidato em prévia, marcada para o dia 15 de março.

Até o momento, anunciaram suas pré-candidaturas a líder do PSL na Câmara dos Deputados, Joice Hasselmann, o prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB), que tenta a reeleição, o deputado federal Orlando Silva (PCdoB), o ex-governador de São Paulo Márcio França (PSB), e o ex-vereador Andrea Matarazzo (PSD).

  • Há, porém, uma indefinição em relação aos candidatos do PT: além dos apelos para que o ex-prefeito Fernando Haddad volte a concorrer, há outros sete pré-candidatos dispostos a disputar a prévia do partido. Outro candidato pode ser o apresentador José Luiz Datena, que filiou-se ao MDB na quarta-feira 4, em Brasília.

    Continua após a publicidade
    Publicidade