Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

José de Abreu e Regina Duarte travam briga política

Emissora teme que atritos respinguem em sua programação

Sinal amarelo na Rede Globo. O acirramento político durante o segundo turno tem feito atores da casa se manifestarem e travarem brigas entre si pelas redes sociais. A emissora teme que as brigas causem boicotes às novelas, como algumas pessoas tem pedido pelas redes sociais. No ar em Segundo Sol, José de Abreu, petista histórico, subiu o tom contra a colega de emissora Regina Duarte, cuja filha Gabriela Duarte está no ar em Orgulho e Paixão.

Abreu escreveu em sua conta no Twitter que respeitava Regina quando ela apoiou políticos como Fernando Henrique Cardoso, Geraldo Alckmin e José Serra – o que ele chama de “direita democrática”. Mas pensa diferente por ela aderir à campanha de  Jair Bolsonaro: “Nossos colegas, Regina Duarte, sejam artistas, técnicos, gays, lésbicas ou heteros, estamos APAVORADOS com o advento do fascismo. Ninguém mais trabalha sossegado com essa ameaça de trevas sobre nossas almas sensíveis. Não é admissível um colega de tantos anos não respeitar isso!”, escreveu no Twitter.

Depois, acusou a atriz de usar ponto-eletrônico e não conseguir decorar seus textos. “Bolsa-presidiário existe desde 1991. Sei que você é meio esquecida, não consegue decorar texto há muitos anos (inaugurou o uso de ponto eletrônico para atores na Globo), mas ‘dar um Google’ evitaria de você passar fake news do fascista que você apoia.”

Marcelo Serrado, que apoiou Marina Silva no primeiro turno, deu a entender que vai de Fernando Haddad no segundo. Ele se manifestou com o post de Patricia Pillar com a seguinte frase: “Todo o meu respeito e admiração aos amigos antipetistas que vão votar no Haddad em prol da democracia.” O ator respondeu: “Sim, vamos juntos“.