Clique e assine a partir de 8,90/mês

ACM Neto: Vice de Alckmin pode ser definido nesta quinta

Ao chegar a convenção do partido, presidente da legenda afirmou que já há consenso em torno de um nome

Por Da Redação - Atualizado em 2 ago 2018, 13h39 - Publicado em 2 ago 2018, 11h51

O pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, pode definir ainda nesta quinta-feira quem será seu companheiro de chapa, disse o presidente do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, ao chegar à convenção nacional do partido que formalizou o apoio ao tucano.

“É possível que a definição aconteça nas próximas horas, até o dia de hoje, temos um processo muito maduro”, disse ACM Neto a jornalistas. Segundo ele, o vice sairá de um dos partidos do autodenominado Centrão — formado, além do DEM, por PP, PR, PRB e SD. Sem adiantar qualquer nome, o prefeito afirmou já haver “consenso”.

 

Ao decidir apoiar Alckmin na corrida pelo Planalto, o bloco apresentou ao tucano o nome do empresário Josué Gomes, filho do ex-vice-presidente José Alencar, como candidato a vice. Mas ele recusou a proposta e, desde a semana passada, o grupo busca um novo nome.

Entre os nomes que têm sido aventados para a vaga de vice de Alckmin está o do ex-presidente da Câmara dos Deputados Aldo Rabelo, do Solidariedade. Também cotada para o posto, a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que ainda está avaliando a possibilidade.

Continua após a publicidade

A senadora disse que uma crise de hipertensão na semana passada a fez refletir sobre a questão e que ainda precisa conversar com seu médico. Ana Amélia passou mal durante visitas a municípios na semana passada no Rio Grande do Sul. Por coincidência, diz ela, estava em um hospital quando sua pressão subiu e ela acabou passando uma noite internada. 

“Foi uma agenda muito intensa com 45 municípios em 10 dias”, disse. “Um cargo desse vice, você tem de avaliar se tem condições, competência e se está habilitada para isso”, afirmou. A parlamentar lembrou que nas ultimas décadas ao menos três vice-presidente assumiram o cargo no Brasil. “Vice não é mais uma figura decorativa no Brasil”, disse. Ana Amélia afirmou que ia conversar com seu o médico ainda nesta quinta-feira.

Maratona

Na convenção desta quinta, o apoio do DEM a Alckmin foi decidido por aclamação, sem a necessidade de votação nominal, e  com a presença do próprio Alckmin. O ex-governador de São Paulo foi convidado a se sentar no centro da bancada, entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o presidente do DEM, ACM Neto.

Alckmin deve se desdobrar nesta quinta para marcar presença nas convenções do Centrão. Além de participar do evento do DEM, o tucano deve ir ainda da convenção nacional do PP, também em Brasília. Os dois atos foram marcados para acontecer quase no mesmo horário, em locais diferentes da capital federal.

(com Estadão Conteúdo e Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade