Clique e assine a partir de 9,90/mês

Trump critica OMS por estar ‘muito focada na China’

Presidente americano diz que organização cometeu erros sobre coronavírus e 'realmente estragou tudo'

Por Da Redação - Atualizado em 7 Apr 2020, 15h41 - Publicado em 7 Apr 2020, 15h32

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou nesta terça-feira, 7, a Organização Mundial de Saúde (OMS) de administrar mal a nova pandemia de coronavírus e de se concentrar demais na China.

“A OMS realmente estragou tudo”, tuitou o presidente em um momento em que os Estados Unidos excedem 11.000 mortes pela Covid-19. “Por alguma razão, embora seja amplamente financiada pelos Estados Unidos, está muito focada na China. Vamos dar uma olhada mais de perto”, acrescentou.

“Felizmente, rejeitei o conselho de manter nossas fronteiras abertas para a China desde o início. Por que nos deram uma recomendação tão errada?”, escreveu o presidente na rede social.

Em 31 de janeiro, a agência de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU) aconselhou os países a manter as fronteiras abertas, apesar do surto, embora tenha observado que as nações tinham o direito de tomar medidas para tentar proteger seus cidadãos. Nesse mesmo dia, o governo Trump anunciou restrições às viagens vindas da China.

Os conservadores americanos vêm criticando cada vez mais a OMS durante a pandemia global, dizendo que a organização se baseia em dados falhos da China sobre o surto de coronavírus. Na semana passada, o senador republicano Marco Rubio pediu a renúncia do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, dizendo que “ele permitiu que Pequim usasse a OMS para enganar a comunidade global”.

Os Estados Unidos são o país com o maior número de casos oficialmente notificados do novo coronavírus. O número de óbitos causados pela doença no país aumentou por vários dias, com mais de 1.000 mortes diárias, aproximando-se gradualmente dos registros da Itália e da Espanha.

Continua após a publicidade

(Com AFP e Reuters)

Publicidade