Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temporada dos Prêmios Nobel começa nesta segunda

Primeiro vencedor de 2013 anunciado será o Nobel de Medicina

A temporada dos prêmios Nobel começa nesta segunda-feira, com o anúncio do vencedor em Medicina. O laureado será conhecido a partir das 6h30 (hora de Brasília), quando o Comitê Nobel do Instituto Karolinska de Estocolmo, na Suécia, anunciará o nome – ou os nomes – do premiado em ciências médicas.

Na terça-feira, é a vez do prêmio de Física, talvez o único com um grande favorito este ano: o cientista Peter Higgs,que previu em 1964 a existência da partícula fundamental que ganhou seu nome, o bóson de Higgs – o físico se tornou a principal aposta desde que, em julho, cientistas do CERN (Centro Europeu de Pesquisa Nuclear) anunciaram a descoberta de uma partícula que, tudo indica, seja o bóson de Higgs. “Em geral, o Nobel de Física é concedido a um teórico ou a teóricos depois de confirmada experimentalmente sua previsão”, analisa o físico francês da Comissão de Energia Atômica (CEA) Etienne Klein.

Os nomes dos agraciados com o prêmio de Química serão revelados na quarta-feira, enquantoo de Literatura está programado para quinta e o da Paz para sexta – o prêmio de Economia, quase sempre atribuído a americanos, será o último anunciado, na próxima segunda-feira.

Como costuma acontecer, neste os prêmios de Literatura e da Paz são os que atraem mais as atenções. As maiores especulações estão em torno do Nobel da Paz, para o qual analistas colocam como nomes mais fortes a jovem paquistanesa Malala, ativistas dos direitos humanos russos e bielorrussos ou os envolvidos com as negociações de paz entre as Farc e o governo da Colômbia. O número de candidaturas ao Nobel da Paz é recorde em 2013: nada menos que 259 aspirantes ao prêmio.

O diretor do Instituto de Pesquisa para a Paz de Oslo (PRIO), Kristian Berg Harpviken, colocou Malala no primeiro lugar de sua lista – se vencer, a jovem vítima em 2012 de um atentado dos talibãs por ter defendido a educação das meninas será a a premiada mais jovem da história do Nobel. Harpviken, que nunca conseguiu acertar o vencedor, considera que Malala é um nome forte por ser “um símbolo do direito das crianças à educação e à segurança, assim como do combate ao extremismo e à opressão”.

Entre os outros “candidatos” estão as russas Liudmila Alexeeva, Svetlana Ganushkina e Lilia Shibanova, a ONG Memorial e o militante bielorrusso Ales Beliatski, atualmente na prisão, por denunciarem a repressão e as violações dos direitos e das liberdades na Rússia e Bielorrúsia.

Literatura – O prêmio de literatura também é alvo de muitas especulações. Uma candidata forte, segundo especialistas suecos, é a escritora e jornslista bielorrussa Svetlana Alexievich. Mas ela não aparece bem nos sites de apostas, que consideram que o japonês Haruki Murakami ganhará, superando a americana Joyce Carol Oates.

Entre outros nomes que circulam está o da autora canadense de contos Alice Munro, representante de um gênero que nunca foi recompensado com o Nobel; a argelina Assia Djebar e o americano Philip Roth, ambos romancistas; e o poeta sul-coreano Ko Un.

O valor da premiação do Nobel foi fixado ano passado em oito milhões de coroas suecas (1,260 milhão de dólares). Os premiados receberão seus prêmios durante cerimônias oficiais no dia 10 de dezembro, no aniversário da morte do fundador do prêmio, Alfred Nobel, em 1896.

(Com agência France-Presse)