Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Rainha Elizabeth sobre usar coroa: ‘Pode quebrar seu pescoço’

Em documentário da BBC que vai ao ar no próximo domingo, ela conta pela primeira vez como foi sua cerimônia de coroação há 65 anos

Por Da redação
Atualizado em 12 jan 2018, 19h41 - Publicado em 12 jan 2018, 14h47

Pela primeira vez falando abertamente sobre sua coroação de 65 anos atrás, a rainha Elizabeth II, do Reino Unido, revelou  quão desconfortável foi o trajeto em sua carruagem de ouro até a cerimônia, e como usar a Coroa Imperial do Estado poderia “quebrar seu pescoço”.

Monarca a ocupar o trono britânico por mais tempo, Elizabeth foi coroada rainha no dia 2 de junho de 1953, na Abadia de Westminster, em Londres, em uma cerimônia cujas origens datam de 1.000 anos atrás. Em um relato raro e pessoal para um documentário da BBC que vai ao ar no próximo domingo, Elizabeth fala abertamente sobre a ocasião e alguns elementos que desempenharam um papel simbólico na cerimônia.

“Horrível”, disse sobre o trajeto em uma carruagem de 4 toneladas do Palácio de Buckingham até a abadia onde monarcas britânicos são coroados desde 1066. “É apenas revestido de couro, não muito confortável”. Elizabeth, agora com 91 anos, tinha apenas 25 quando se tornou rainha após a morte de seu pai, George VI, em 1952. A coroação aconteceu no ano seguinte.

“É o início da vida de alguém realmente como soberano”, disse. “É um tipo de cortejo de cavalheirismo e uma maneira antiquada de fazer as coisas, na verdade. Eu vi uma coroação (a de seu pai, em 1937) e fui a recebedora na outra, o que é bem notável”.

Elizabeth usou duas coroas na cerimônia: a Coroa de Santo Eduardo, que tem usado desde então, e a Coroa Imperial do Estado incrustada de diamantes, que ela ainda usa em ocasiões formais como a abertura do Parlamento, quando faz um discurso resumindo os planos legislativos do governo.

“Você não pode olhar para baixo para ler o discurso, você tem que fazer o discurso olhando para a frente. Porque se você fizer, seu pescoço pode quebrar e a coroa cair”, disse sorrindo. “Há algumas desvantagens nas coroas, mas, fora isso, elas são coisas bastante importantes”.

A coroa pesa 1,28 quilos e é composta de 2.868 diamantes, dezessete safiras, onze esmeraldas e centenas de pérolas. Ela acrescenta que teve a sorte de ter a cabeça com formato semelhante a de seu pai, então a coroa fica parada. O documentário The Coronation vai ao ar neste domingo na rede de televisão britânica BBC One,  e traz também imagens de bastidores da família real.

(Com Reuters)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.