Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Onda de frio na Europa deixou 23 mortos em dois dias

Vítimas foram principalmente pessoas sem-teto que faleceram em consequência da hipotermia

Por Da redação 7 jan 2017, 22h58

Nevascas e temperaturas glaciais na Europa causaram a morte de pelo menos 23 pessoas nos últimos dois dias. A onda de frio matou dez pessoas na Polônia, sete na Itália, duas na Bulgária, três na República Checa e deixou mais uma vítima na Rússia. Em Moscou, o Natal ortodoxo, celebrado na sexta-feira, foi o mais frio em 120 anos.

Na Polônia, as temperaturas caíram abaixo dos 20 graus negativos em algumas regiões, anunciou o Centro Governamental de Segurança Nacional (RCB). O balanço de vítimas pode se agravar neste fim de semana, já que a temperatura permanecerá nesta faixa. Segundo as autoridades locais, 53 pessoas já faleceram no país por causa do frio desde 1º de novembro. A polícia pediu à população que permaneça alerta em caso de sinais de hipotermia, em particular quanto aos moradores de rua.

A Itália registrou nevascas principalmente no centro e no sul do país, perturbando o tráfego ferroviário e obrigando o fechamento dos aeroportos de Brindisi e Bari durante este sábado. Sete pessoas morreram por causa da onda de frio nas últimas 48 horas, sendo cinco sem-teto. No Vaticano, a famosa Praça São Pedro amanheceu coberta de neve e com suas fontes de água congeladas.

View this post on Instagram

San Pietro, Antartide

A post shared by Alessandro Gisotti (@agisotti) on

Continua após a publicidade

A tempestade de neve também atingiu Istambul, na Turquia, durante o sábado, paralisando a cidade. Quarenta centímetros de neve cobriram a metrópole, perturbando o tráfego rodoviário e aéreo. Na vizinha Bulgária, os corpos de dois imigrantes foram achados congelados em uma floresta do monte de Strandja.

Na República Checa, os serviços de emergência de Praga reportaram três mortes na capital durante a madrugada. As vítimas foram dois moradores de rua e um guarda de estacionamento.

 

 

(Com AFP)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)