Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Míssil norte-coreano caiu em águas japonesas

Pentágono afirma que projétil era intercontinental, como no lançamento do começo do mês

Por Da redação Atualizado em 28 jul 2017, 18h51 - Publicado em 28 jul 2017, 15h19

O governo do Japão informou que o míssil lançado nesta sexta-feira pela Coreia do Norte caiu em águas japonesas na Zona Econômica Exclusiva (ZEE) do país. O teste foi o primeiro feito pelo regime comunista norte-coreano desde o lançamento de um foguete intercontinental (ICBM) em 4 de julho. O novo teste armamentista norte-coreano também foi detectado pela Coreia do Sul e pelos Estados Unidos.

O projétil foi disparado por volta das 23h40 (horário do Japão, 10h40 em Brasília) e voou durante 45 minutos antes de cair em águas da ZEE do Japão, a oeste da ilha setentrional de Hokkaido.  Os Estados Unidos declararam que o projétil era um ICMB, como no lançamento do começo do mês, e percorreu cerca de 1.000 quilômetros antes de cair no Mar do Japão.”Consideramos que foi um míssil intercontinental, como se esperava”, afirmou o porta-voz do Pentágono, capitão Jeff Davis, que assegurou que o míssil “não apresentou uma ameaça para América do Norte”.

Não foram detectados danos relacionados ao impacto, segundo disse o ministro porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga, em coletiva de imprensa. “É uma clara e inaceitável violação das resoluções das Nações Unidas“, afirmou Suga, que disse também que o governo japonês “continua recolhendo e analisando os dados disponíveis”.

O teste aconteceu depois que Pyongyang celebrou ontem o fim da Guerra da Coreia (1950-1953), uma efeméride conhecida como o “Dia da Vitória” no país e durante a qual se especulou com a possibilidade de que o regime de Kim Jong-un executasse um novo teste armamentista.

(com EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade