Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maduro declara ter “nervos de aço” e apoio do comando militar

Líder venezuelano manifestou-se apenas pelo Twitter; comandante Remiggio Ceballos reitera lealdade a presidente

O líder venezuelano Nicolás Maduro reagiu às declarações do líder da oposição, Juan Guaidó, de que teria apoio suficiente de comandantes militares para derrubar o governo chavista. Maduro alegou pelo Twitter contar com a lealdade dos generais das forças territoriais do país desde janeiro passado.

“Nervos de Aço. Conversei com os comandantes de todas as Redi (Regiões de Defesa Integral) e Zodi (Zonas de Defesa Integral ) do país, que manifestaram sua total lealdade ao povo, à Constituição e à Pátria. Convoco a máxima mobilização popular para assegurar a vitória da paz. venceremos!”, escreveu Maduro em seu perfil na rede social.

O líder venezuelano também compartilhou tuíte no qual o chefe do Comando Estratégico Operacional da Força Armada (Ceofanb), Remiggio Ceballos, afirma que o setor militar está coeso em torno de Maduro. “Alerta!! Difundam!!! FANB!!! Unida, coesa, leal a nosso comandante em chefe, Nicolás Maduro Moros. estamos vencendo um minúsculo grupo de desorientados e equivocados!! lutaremos para garantir a paz todos unidos!!! Leais sempre, traidores, nunca!!!!”

Os protestos da oposição em Caracas, convocados por Guaidó, continuam fortemente reprimidos pela Guarda Nacional Bolivariana e pelos milicianos favoráveis ao regime.