Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

‘Mad Max’: civis armados perseguem militares em caminhonetes no México

Vídeo registra ataque de máfia local a veículos do Exército; governo mexicano não comentou o incidente, evidenciando a falta de segurança na região

Por Da Redação Atualizado em 12 Maio 2022, 16h12 - Publicado em 12 Maio 2022, 15h36

Um vídeo divulgado na última terça-feira 10 mostra um comboio militar sofrendo ameaças e fugindo de uma perseguição de um grupo de civis armados na cidade de Nueva Italia, no México. A ação foi comparada a cenas da franquia de filmes Mad Max que retrata um mundo pós-apocalipse dominado pela violência.

A região mexicana de Tierra Caliente, território do sul do México arrasado pelo crime organizado, foi palco de mais uma demonstração de poder de uma máfia local. No vídeo, divulgado nas redes sociais, os autores do ataque, a bordo de várias caminhonetes, lideram uma perseguição a veículos do Exército numa das principais rodovias da área, enquanto repetem insistentemente ordens para disparos contra os militares. 

O jornal El País comparou as imagens ao cenário de “terra sem lei” retratado no franquia cinematográfica Mad Max, cujo último filme foi lançado em 2015. Não há como saber como começou a perseguição, quem está perseguindo ou por que os militares fugiram, em vez de se defender dos ataques. Um porta-voz do secretário de Defesa da região disse que está esperando informações mais precisas para se pronunciar sobre o caso.

As declarações vagas do governo evidenciam as denúncias de falta de segurança e impunidade na região de Tierra Caliente, controlada pelo crime organizado. A área vive uma guerrilha entre dois grupos, o Cartel de Nova Geração de Jalisco (CJNG) e os Cartéis Unidos.

Nos últimos anos, os cartéis de Tierra Caliente têm submetido a população de 80 mil habitantes a extorsões, sequestros, violações e assassinatos. O estado de Michoacán, palco da perseguição registrada, se tornou um do mais violentos do país por conta da atividade dos Cavaleiros Templários, máfia local que domina boa parte do tráfico de drogas do México.

As cenas de violência enriquecem o vasto acervo documental do crime organizado no México, que tem o costume de registrar seus ataques a grupos rivais, sejam ou não da esfera institucional. São inúmeros os vídeos onde os criminosos ostentam armas, registram interrogatórios e desfilam como se fossem exércitos.

Entre o final do ano passado e o início deste ano, preocupado com os protestos dos moradores da região e a repercussão da imagens da violência desmedida da área, o governo coordenou uma operação com o Exército para liberar as estradas e afastar os grupos criminosos dos centros urbanos.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês