Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Líderes do G7 anunciam que vão proibir importação de ouro russo

Sanção tem como objetivo atingir importante fonte de receita da Rússia e impactar financiamento para a guerra contra a Ucrânia

Por Paula Felix 26 jun 2022, 11h23

Na abertura da cúpula do G7 neste domingo, 26, os líderes do grupo que reúne as sete nações mais ricas do mundo anunciaram que vão proibir a importação de ouro vindo da Rússia com o objetivo de impactar o financiamento para a guerra contra a Ucrânia. A sanção atinge uma importante fonte de receita do país e sua principal exportação não energética.

Após chegar à Baviera, na Alemanha, onde a reunião é realizada, o presidente norte-americano Joe Biden utilizou sua conta no Twitter para fazer o anúncio. “O G7 anunciará que proibiremos a importação de ouro russo, uma importante exportação que rende dezenas de bilhões de dólares para a Rússia”, publicou.  O grupo é formado por Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Japão, Itália e Canadá.

Em comunicado, o governo do Reino Unido informou que a sanção é a primeira desta natureza aplicada contra um país no mundo e que, com a medida, as restrições de importação do Reino Unido se aplicam, no momento, a mais de £ 13,5 bilhões. Ainda de acordo com o posicionamento, o valor do metal aumentou para a elite russa nos últimos meses, tendo em vista que os oligarcas passaram a comprar barras de ouro para “evitar o impacto financeiro das sanções ocidentais”.

“As medidas que anunciamos hoje atingirão diretamente os oligarcas russos e atingirão o coração da máquina de guerra de Putin”, afirmou o primeiro-ministro Boris Johnson.

No mês passado, o G7 anunciou que eliminaria gradualmente as importações de petróleo da Rússia e não financiaria redes de televisão do país com publicidade.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)