Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça dos EUA proíbe Trump enviar ao México migrantes que pediram asilo

A política, batizada como "Fique no México" (Remain in Mexico), buscava deter os fluxos migratórios nas fronteiras

Uma corte americana bloqueou, nesta segunda-feira 8, a política do governo do presidente Donald Trump de devolver ao México imigrantes que solicitaram asilo enquanto seus casos são analisados.

“É proibido aos acusados continuar implementando ou ampliando os ‘Protocolos de Proteção ao Migrante'”, escreveu na decisão o juiz federal Richard Seeborg, de San Francisco.

A decisão, que entra em vigor na próxima sexta-feira em todo o país e pode ser apelada, encerra, pelo menos temporariamente, os “Protocolos de Proteção ao Migrante”, voltados para solicitantes de asilo não mexicanos que entrem por essa fronteira com os Estados Unidos.

A política, batizada como “Fique no México” (Remain in Mexico), buscava deter os fluxos de imigrantes nas fronteiras. O magistrado ordenou também que os 11 centro-americanos envolvidos na demanda, devolvidos ao México após solicitar asilo, entrem no país. Os demandantes -provenientes de El Salvador, Honduras e Guatemala- foram os primeiros devolvidos por esta política na fronteira de San Yisidro, na Califórnia, que fica ao lado da cidade mexicana de Tijuana.

Por esta região chegou a maioria dos migrantes nas caravanas provenientes daAmérica Central, muito criticadas por Trump.

A ação foi apresentada pela organização Innnovation Law Lab contra a secretaria de Segurança Nacional, Kirstjen Nielsen, que pediu demissão no domingo, num momento em que o presidente dos Estados Unidos busca endurecer a política de imigração.