Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jean-Marie Le Pen é condenado a três meses de prisão

Acusação é por contestar crimes contra a humanidade na II Guerra Mundial

O Tribunal de Apelação de Paris condenou nesta quinta-feira a três meses de prisão com suspensão condicional da pena e 10.000 euros de multa o ex-líder da extrema-direita, Jean-Marie Le Pen, por ter declarado que a ocupação alemã na França durante a II Guerra Mundial “não foi particularmente desumana”.

Esta pena por “contestação de crimes contra a humanidade” é uma confirmação da que foi pronunciada pelo Tribunal Penal de Paris em 2008. O fundador e presidente de honra do partido Frente Nacional e seu advogado estavam ausentes no momento da decisão.

No dia 8 de fevereiro de 2008, o Tribunal Penal de Paris considerou Le Pen culpado por “apologia a crimes de guerra” e “contestação de crime contra a Humanidade”, após uma declaração sua publicada em janeiro de 2005 na revista de extrema direita Rivarol. Le Pen tinha declarado: “Na França, pelo menos, a ocupação alemã não foi particularmente desumana, mesmo acontecendo erros, inevitáveis em um país de 550.000 quilômetros quadrados”.

A filha – Várias vezes candidato a presidente, Le Pen hoje é eurodeputado. Aos 83 anos, ele passou a liderança de seu partido, em janeiro de 2011, para a filha Marine, que é candidata à presidência na eleição de abril-maio de 2012. Ainda não se sabe o quanto a sentença vai afetar a corrida eleitoral de Marine, que já não vinha tendo sucesso.

(Com agência France-Presse)