Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Furacão Laura sobe para categoria 4 e ameaça costa dos EUA

Os ventos da tempestade pode aumentar de velocidade e atingir os 251 km/h; fenômeno tocará solo americano na noite desta quarta-feira

Por Da Redação Atualizado em 26 ago 2020, 15h01 - Publicado em 26 ago 2020, 13h05

O furacão Laura se fortaleceu nesta quarta-feira, 26, e evoluiu para a categoria 4 em uma escala de cinco graus. Com ventos de até de 220 km/h, deve atingir a costa americana do Golfo do México com inundações potencialmente “catastróficas”, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

A previsão é que à medida que Laura se aproxima da costa sudoeste do estado de Louisiana e Texas, a tempestade continuará a ganhar forças até se tornar um furacão de categoria 4. O fenômeno ameaça os principais centros de refino de petróleo de Lake Charles, na Louisiana, e em Beaumont e Port Arthur, no Texas, localizados perto da costa. Mais de 100 plataformas de petróleo no Golfo do México foram evacuadas como medida de precaução.

“Temos apenas algumas horas para nos prepararmos e sairmos”, alertou John Bel Edwards, governador de Louisiana, estado ainda traumatizado pela devastação causada em 2005 pelo Katrina, furacão de categoria 5 que inundou 80% de Nova Orleans, com um balanço de 1.000 mortos e danos enormes. “Onde quer que você esteja ao meio-dia é onde você terá que enfrentar a tempestade”, acrescentou.

ASSINE VEJA

Aborto: por que o Brasil está tão atrasado nesse debate Leia nesta edição: as discussões sobre o aborto no Brasil, os áudios inéditos da mulher de Queiroz e as novas revelações de Cabral
Clique e Assine

O governador do Texas, Greg Abbott, disse que Laura pode alcançar ventos de até 255 km/h. Abbot fez uma comparação com o Harvey, furacão de categoria 3 que em 2017 provocou inundações catastróficas e matou 68 pessoas. “Precisamos estar preparados”, afirmou.

Laura estava a 320quilômetros ao sul-sudeste de Lake Charles e a uma distância similar de Galveston, Texas, com um deslocamento de 26 km/h, de acordo com o boletim do NHC da tarde desta quarta-feira. De acordo com as previsões, Laura deve atingir a costa do Texas e de Louisiana na noite desta quarta e entrará no continente na mesma noite, ou na manhã de quinta-feira.

As previsões apontam, no entanto, um “rápido enfraquecimento do furacão assim que tocar o solo”. O Centro Nacional de Furacões também alertou sobre chuvas até sexta-feira de entre 130 e 250 milímetros, com alguns picos de quase 400 milímetros no oeste de Louisiana e no leste do Texas.

  • No fim de semana, a tempestade provocou 25 mortes no Haiti e República Dominicana. Em Cuba na segunda-feira 24, Laura passou como uma tempestade tropical, onde provocou fortes chuvas.

    A temporada de tempestades no Atlântico vai até novembro. O NHC prevê até 25 fenômenos, e Laura é o 12º até o momento.

    Continua após a publicidade
    Publicidade