Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fotos comparam posses de Trump e Obama

Cerimônia desta sexta teve menos da metade do público presente em 2009

A cerimônia de posse de Donald Trump, nesta sexta-feira, teve menos da metade do público da primeira posse de Barack Obama, em 2009. Segundo estimativas, entre 800.000 e 900.000 pessoas compareceram ao Capitólio, em Washington, nesta sexta-feira. Em 2009, foram quase 2 milhões de presentes na posse do primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

Segundo a empresa que administra o transporte público em Washington D.C., o metrô da cidade recebeu 193 mil pessoas para ir à posse de Trump. O número é bem menor que a segunda posse de Obama, em janeiro de 2013, que teve 317 mil pessoas usando o meio de transporte, equivalente a uma queda de 40%. A primeira posse de Obama permanece como a que mais atraiu passageiros, somando 517 mil viagens no metrô.

Usuários do Twitter fizeram piadas com a diferença de público:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Mara Regina Aldrighi Ceron

    Dá-lhe, Trump!!!! Deus o abençoe!!!! Chora, Veja, chora!!!!!

    Curtir

  2. Desta vez a gentalha moral não compareceu.

    Curtir

  3. Michelle Rombaldi

    Depois do falecimento do Sr. Roberto Civita percebe-se nitidamente a decaída jornalística da Veja. Ele deve estar se revirando no túmulo com o que o André Petry está fazendo com a revista que até um tempo atrás era uma das quatro mais respeitadas do mundo. E digo isso porque sou assinante da Veja impressa desde de 1996 e nunca deixei de ler uma edição sequer. Renovei minha assinatura o ano passado por pura esperança. Acho que não vou mais renovar na próxima…

    Curtir

  4. Antonio freitas

    kkkk…. o homen tem razão… o desemprego americano está horrível…. e aprodução Americana foi transferida ara a China e México…

    Curtir

  5. A esquerdopata tá desesperada, assim como a turma alternativa, etc. Trump neles, mudar esta palhaçada de crença em aquecimento global, em globalização, em politicamente correto, em financiar exércitos para Israel e criar assim o EI. Vai Trump, muda este besteirol que a esquerda comunista quer implantar.

    Curtir