Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Forças israelenses preparam operação por ‘terra, ar e mar’ em Gaza

Ministério da Defesa afirma que incursão fará parte de uma 'extensa operação' que também incluirá ações por mar e pelo ar

Por Hugo Marques Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 14 out 2023, 15h15 - Publicado em 14 out 2023, 15h04

Os soldados de Israel já estão se preparando para um ataque maciço por terra, pelo ar e pelo mar à Faixa de Gaza. O Exército israelense anunciou uma “extensa operação” no território dominado pelo grupo terrorista Hamas desde 2007. No último sábado, terroristas do Hamas fizeram diversos ataques ao território israelense. Em um deles, no atentado a uma festa de música eletrônica, 260 pessoas morreram, entre eles, três brasileiros.

Essa operação do exército israelense ocorre após o fim do prazo dado pelas forças do país para que civis deixassem o norte de Gaza. O ataque por terra, pelo ar e pelo mar poderá representar uma das maiores carnificinas na história da Faixa de Gaza, densamente povoada. O principal alvo de Israel são os homens do Hamans, que circulam na região por uma rede formada por 500 quilômetros de túneis. Os principais ataques de Israel a Gaza vinham sendo feitos por mísseis, de forma seletiva, em prédios e áreas dominadas pelo Hamas.

Neste sábado, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu deu a senha para o ataque maciço a Gaza. Em uma visita a uma base militar de Israel, próxima da fronteira da Faixa de Gaza, o primeiro-ministro conversou com os oficiais, cumprimentou os soldados e anunciou que “a próxima fase está chegando”. Em seguida, Netanyahu perguntou se os militares estavam prontos para esta próxima fase, recebendo sinal positivo.

O Exército de Israel tem pelo menos 300 mil soldados mobilizados para o ataque às bases do Hamas. Israel tem alguns dos equipamentos mais modernos do planeta para dar suporte e apoio ás tropas terrestres, o que inclui aeronaves não tripuladas de última geração, os drones, óculos de visão noturna e jatos equipados com radares sofisticados. O comunicado de um ataque em massa é feito após o fim do prazo dado aos moradores da Faixa de Gaza, para que deixassem a região.

Este ataque de Israel preservaria populações que estão deixando Gaza. O grupo de brasileiros que tentam deixar a Faixa de Gaza chegou neste sábado à cidade de Rafah, na fronteira do Egito. Cruzando a fronteira, os resgatados serão retirados por avião da Força Aérea Brasileira (FAB). O Ministério das Relações Exteriores conduz a negociação com Israel e o Egito para a retirada de brasileiros da região.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.