Clique e assine a partir de 9,90/mês

EUA: Trump lidera nova pesquisa eleitoral; Rubio aparece em segundo

Com 16% das intenções de voto, neurocirurgião Ben Carson caiu para terceiro e está empatado com o senador Ted Cruz, do Texas

Por Da Redação - 2 dez 2015, 15h27

O magnata Donald Trump aparece na liderança isolada da disputa republicana para a eleição presidencial nos Estados Unidos em nova pesquisa de opinião divulgada nesta quarta-feira. A apenas dois meses do início da votação das primárias, que decidirão os candidatos à presidência para as eleições de outubro de 2016, Trump tem 27% de apoio dos eleitores republicanos, mais do que os 24% do mês passado.

Realizada pela Universidade de Quinnipiac, a pesquisa revela na segunda posição o senador Marco Rubio, da Flórida, com 17% das intenções de voto dos republicanos. De origem cubana, Rubio ganhou impulso ao longo da campanha eleitoral, em parte por suas boas atuações nos debates. Ele ultrapassou nas pesquisas o neurocirurgião Ben Carson, que passou de 23% para os atuais 16%. Segundo o novo levantamento, Carson está empatado em terceiro lugar com o senador Ted Cruz, do Texas, que também alcançou 16%.

O ex-governador da Flórida, Jeb Bush, considerado o favorito na início da campanha, despencou nos últimos meses. Atualmente, ele aparece com apenas 5% das intenções de voto.

Leia também:

Após novas declarações bisonhas, Donald Trump desaba na corrida à presidência americana

​Governador da Louisiana abandona disputa pela presidência americana

Na semana passada, uma pesquisa da Reuters/Ipsos mostrou que Trump sofreu uma queda acentuada – 12 pontos percentuais – no período de uma semana, mas ainda se mantém na liderança como pré-candidato republicano, com 31% das intenções dos eleitores do partido. Atualmente, o magnata americano tem enfrentado críticas por imitar de forma debochada um jornalista portador de deficiência física.

Outro lado – A pesquisa da Quinnipiac mostrou que, na disputa democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton continua a ampliar sua vantagem em relação aos adversários do partido. Hillary apareceu com 60% de apoio – sete pontos percentuais a mais do mês passado – enquanto o senador Bernie Sanders ficou com 30% – contra os 35% da pesquisa anterior. Na distante terceira posição aparece o ex-governador de Maryland, Martin O’Malley, com 2%.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade