Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Deputado armado em foto de Natal é novo capítulo da polarização dos EUA

Deputado pelo estado americano do Kentucky, Thomas Massie afirma que foto representa o espírito do país

Por Ernesto Neves Atualizado em 6 dez 2021, 18h54 - Publicado em 6 dez 2021, 18h09

O polêmico post de um congressista dos Estados Unidos tornou-se o novo exemplo da polarização que racha o país.

Deputado pelo Partido Republicano do estado de Kentucky, Thomas Massie postou uma foto de Natal com sua família enquanto todos seguram rifles de estilo militar.

No tuíte, Massie escreveu também escreveu uma legenda provocativa. “Feliz Natal! Papai Noel, por favor, traga munição.”

A postagem aconteceu poucos dias após um novo tiroteio causar quatro mortes numa escola secundária de Oxford, no interior do Michigan. O ataque foi provocado por um adolescente de 15 anos, que pegou a arma dos pais.

Especialistas em política americana também apontaram a influência do estilo do estilo do ex-presidente Donald Trump sobre o partido. Provocativa, a imagem foi publicada para se tornar viral e desencadear indignação da esquerda.

Foi o que de fato aconteceu. O post foi condenada por famílias afetadas pela violência armada, que publicaram imagens de seus entes atingidos por tiros.

Continua após a publicidade

Mas até republicanos demonstraram incômodo com a imagem. Deputado do partido pelo estado do Illinois, Adam Kinzinger afirmou que Massie demonstrou “fetiche por arma” com o post.

E Anthony Scaramucci, que foi diretor de comunicações do ex-presidente Trump, tuitou que financiaria qualquer candidato que concorressem contra Massie nas próximas eleições legislativas.

Nas últimas semanas, outras manifestações republicanas provocaram debate nacional. Em novembro, o deputado pelo Arizona Paul Gosar postou uma animação que o retrata matando a deputada democrata Alexandria Ocasio-Cortez.

E em outubro, a parlamentar conservadora Lauren Boebert fez comentários anti-islã contra outra democrata, Ilhan Omar.

Boebert afirmou que ela e um membro de sua equipe estavam pegando uma carona no Capitólio quando viu um policial assustado correndo em direção a eles.

A deputada afirmou que a razão para o susto era a presenta de Ilan Omar vestida com o tradicional véu muçulmano.

Continua após a publicidade

Publicidade