Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cuba confirma os primeiros três casos de coronavírus

Ilha caribenha era um dos últimos lugares não contaminados na América Latina; pacientes são turistas italianos que chegaram ao país na segunda-feira 9

Por Da Redação - Atualizado em 30 jul 2020, 19h27 - Publicado em 12 mar 2020, 15h45

O governo de Cuba confirmou na madrugada desta quinta-feira, 12, os três primeiros casos de coronavírus no país. O Ministério de Saúde Pública informou que os pacientes são turistas italianos, que foram internados “imediatamente” no Instituto de Medicina Tropical Pedro Kourí.

Anteriormente, quatro italianos haviam apresentado sintomas da doença na terça-feira 10. O grupo estava hospedado desde o dia anterior em um albergue na cidade de Trinidad, na província central de Sancti Spíritus. Eles entraram no país pelo Aeroporto Internacional José Martí, em Havana.

O Laboratório Nacional de Referência do Instituto de Medicina Tropical Pedro Kourí (IPK), da capital cubana, informou que somente três desses quatro suspeitos tiveram “testes positivos para o novo coronavírus SARS-CoV-2”.

A instituição médica disse, contudo, que a evolução dos três casos confirmados “é favorável” e que “nenhum até agora representa perigo de vida”.

Continua após a publicidade

O laboratório também informou que está tomando providências vigilância e controle epidemiológico em relação às pessoas com quem os turistas italianos tiveram contato e afirmou que elas permanecem “assintomáticas”.

Segundo comunicado oficial, o governo lançou um plano nacional para a prevenção e controle do novo coronavírus e reforçou as medidas de vigilância das síndromes respiratórias. Casos suspeitos também foram registrados, de acordo com autoridades de saúde.

O coronavírus já infectou mais de 127.800 pessoas, causando 4.718 mortes. Ao menos 111 países já apresentam casos.

Publicidade