Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Cartel mexicano força moradores a usarem rede Wi-Fi fornecida por eles

Grupo criminoso cobrava por internet e ameaçava de morte quem não quisesse usar, afirmam promotores de justiça

Por Da Redação Atualizado em 7 Maio 2024, 16h36 - Publicado em 4 jan 2024, 17h34

Um cartel do México cobrava entre 400 e 500 pesos (R$ 100 a R$ 150) por mês a cerca de 5.000 pessoas em troca de um serviço de internet oferecido por eles, sob pena de morte caso se negassem a usar o Wi-Fi, segundo promotores do estado de Michoacán, na região central do país.

Na diversificação dos grupos criminosos para outros setores, além do tráfico de drogas, instalaram suas próprias antenas de sinal na base do improviso e forçaram os moradores a comprar a ideia. Com o apelido de “narcoantenas”, o sistema composto por equipamentos roubados estava instalado em diversas cidades e arrecadava mais de R$ 700 mil por mês.

Embora nenhuma morte tenha sido relatada, os procuradores reafirmaram que as pessoas foram aterrorizadas para contratar serviços de Internet a custos excessivos, sob a alegação de que seriam mortas se não o fizessem.

+ EUA e México concordam em manter fronteiras abertas, diz Obrador

O bando responsável pela empreitada foi identificado pela mídia local como a facção Los Viagras. Mas a promotoria se recusou a confirmar qual cartel estava envolvido, numa tentativa de preservar as investigações, apesar de confirmarem o domínio de Los Viagras nas cidades onde as antenas irregulares estavam em funcionamento.

Os equipamentos foram apreendidos pelas autoridades locais no final de semana passado e uma pessoa foi detida. Nas fotos divulgadas, as pilhas e equipamentos levavam o rótulo da  empresa mexicana de internet Telmex, chefiada pelo poderoso Carlos Slim.

As torres de sinais de rádio e internet são usadas há muito tempo pelos cartéis no México. No entanto, eram voltadas para a comunicação interna das organizações criminosas. De acordo com especialistas, a extorsão de comunidades faz parte de uma nova leva mais ampla dos braços do poder paralelo no país.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.