Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

App usado por Netanyahu vaza dados dos 6,5 milhões eleitores israelenses

Falha no sistema de segurança do app usado pelo Likud, o partido do líder de Israel, expõe privacidade dos cidadãos

Por Caio Mattos
Atualizado em 10 fev 2020, 15h56 - Publicado em 10 fev 2020, 15h20

Em busca de sua reeleição, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e seu partido, o Likud, enviaram os dados pessoais de todos os 6,5 milhões de eleitores israelenses para um aplicativo. Devido a uma falha no sistema de segurança da ferramenta, reportada pelo jornal Haaretz neste domingo 9, os dados de todo o eleitorado ficaram comprometidos. 

O programa, que é chamado de Elector, pode ser baixado até mesmo no Brasil. Oferece notícias e informações sobre as próximas eleições parlamentares de Israel, marcadas para 2 de março. Segundo o Haaretz, o app é usado pelo Likud para acompanhar as apurações dos pleitos. O próprio Netanyahu incentiva seus seguidores a baixá-lo, relata o jornal The New York Times.

O Likud ainda não explicou oficialmente o motivo pelo qual enviou as informações para o programa. De acordo com a legislação israelense, os partidos políticos têm o direito a receber os dados pessoais dos eleitores – como nome completo, endereço, gênero e número de identidade – antes de cada eleição.

Todavia, as legendas devem se comprometer em proteger a privacidade e não providenciar os dados a terceiros. O Ministério da Justiça não anunciou nenhuma investigação sobre o caso, mas não parece descartar essa hipótese, segundo o Times.

Continua após a publicidade

Por meio de uma fonte anônima, o Haaretz revelou no domingo que os dados pessoais de todos os 6,5 milhões de eleitores israelenses estavam expostos no código de fonte da homepage do site oficial do Elector. O código de fonte de qualquer página é acessível ao se clicar com o botão direito do mouse na tela. 

A empresa Feed-b, responsável pelo aplicativo, afirmou que o incidente foi “único” e “imediatamente resolvido”. Também disse ter aprimorado o sistema de segurança de seu serviço.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.