Clique e assine a partir de 9,90/mês

Os melhores salgados de Cuiabá segundo VEJA COMER & BEBER 2019

Casas selecionadas vendem bolo de arroz, chipa, pamonha e outros quitutes

Por Ana Flávia Corrêa, Iracy Paulina, Lidiane Barros, Luly Zonta, Maria Clara Cabral, Mariani Campos, Rodrigo Meloni e Rodivalho Ribeiro - Atualizado em 22 May 2019, 12h52 - Publicado em 18 May 2019, 23h59

Bolo de Arroz & Companhia

Agora ocupa também uma casa ampla no Jardim Cuiabá, que segue a proposta de celebrar as tradições cuiabanas. Prova disso é o carro-chefe da marca: o bolo de arroz (R$ 3,00) que, assado em forminhas, fica crocante por fora e macio por dentro. Outras pedidas de sucesso são o bolo de queijo (R$ 3,00) e o anel de polvilho frito (R$ 5,00). O biscoito francisquito, o casadinho, o sequilho e a broa de milho também são comercializados em potes (R$ 79,00 o quilo). Uma novidade do novo endereço? A oferta de atendimento no sistema de drive-thru. Rua General Ramiro de Noronha, 197, Jardim Cuiabá, 3321-1872 (60 lugares). 7h/20h (sáb., dom. e feriados até às 12h); Avenida das Flores, 843, Jardim Cuiabá, não tem telefone (20 lugares). 7h/19h (sáb. até 12h; fecha dom.). Mais um endereço. Aberto em 2000. Aqui tem iFood.

Chá com Bolo Cuiabano da Tia Fran

A cuiabana Francisca da Costa Meira Silva aprendeu com os pais as receitas que oferece aos clientes. Ela acompanha de perto a produção dos quitutes e também não é raro encontrá-la ao balcão, recebendo a clientela. Entre as pedidas do cardápio, o bolo de arroz crocante, assado em forminhas, é o que mais sai, seguido pelo bolo de queijo (R$ 3,00 a unidade de cada um). O mexidinho é novidade no menu: reúne ovo, cebola, cebolinha, presunto e queijo e vem acompanhado de pão francês (R$ 7,00). Para beber, café coado e chá de capim-cidreira são oferecidos como cortesia. Avenida Senador Metelo, 1909, Jardim Independência, 3321-9204 (144 lugares). 7h/10h e 15h/18h (sáb. e dom. só 6h/12; fecha seg. e ter.). Aberto em 2011.

Continua após a publicidade

Esfihas e Cia

O cardápio reúne mais de quarenta versões do salgado árabe que dá nome à casa. Entre as novidades, estão a esfiha de carne com rúcula e a à moda do chefe, com carne, bacon, ovo, mussarela e tomate (R$ 3,70 cada uma). Apesar das criações recentes, as líderes de pedidos ainda são as de carne (2,19), de frango (R$ 2,60) e de queijo (R$ 2,25). Também faz sucesso a chamada de carioca (R$ 2,30), de calabresa com mussarela. Porções como a de quibe cru (R$ 11,99), que vem à mesa em companhia de pão sírio, coalhada seca, limão e cebola, completam a refeição. Para arrematar sem fugir da especialidade do lugar, a sugestão é a esfiha de leite Ninho com Nutella (R$ 3,60). Rua Senador Teotônio Vilela, 9, Bosque da Saúde, 3321-3202 e 3653-9369 (100 lugares). 17h/0h (fecha seg.). Aberto em 2009.

Eulália e Família (campeã de 2019)

Há seis décadas a clientela, que começa a chegar às 5h30 ao modesto salão, só faz crescer. O público é atraído pelos famosos bolinhos de arroz, que a matriarca Eulália da Silva Soares, 85 anos, e familiares principiam a preparar na manhã do dia anterior. Os grãos são colocados de molho logo cedo e triturados à tarde. O fubá de arroz, então, é reunido a angu de mandioca e açúcar e descansa até as 3h30 do dia seguinte, quando recebe a adição de fermento, manteiga, sal, canela e coco ralado. Os bolinhos de arroz, assim como os de queijo e as chipas, são assados em forno a lenha, à vista dos
clientes. Cada um custa R$ 3,00. Por mais R$ 3,00, podem ser consumidos à vontade café, chá e chocolate quente. Rua Professor João Félix, 470, Lixeira,3624-5653 (100 lugares). 5h30/10h (sáb., dom. e feriados até 11h; fecha seg., qua. e sex.). Aberto em 1958.

Da Feira Café & Tapiocaria

Continua após a publicidade

Instalado numa típica casa cuiabana, com pé-direito de quatro metros e telhado aparente, o negócio nasceu pequenino, com pouco mais de dez lugares – hoje são setenta. Carro-chefe, as tapiocas têm preços que vão de R$ 6 a R$ 30. Entre as mais elaboradas, a outback é recheada com carne suína assada e desfiada, molho barbecue e mussarela e a tapionacho é preenchida com carne moída levemente picante, creme de queijo cheddar e Doritos. Cada uma delas custa R$ 22,00. Para beber, a limonada suíça com frutas vermelhas custa R$ 10,00. Rua 24 de Outubro, 1007, Centro Norte, 3054-5614 (70 lugares). 15h/22h (fecha dom.). Aberto em 2011. Aqui tem iFood.

Dona Chipa

Há três anos o baiano Cícero Ribeiro prepara o quitute de origem paraguaia que é um dos salgados preferidos dos mato-grossenses: a chipa. Nas duas lojas de Cuiabá, são vendidas semanalmente cerca de sete mil unidades – quantidade equivalente é vendida em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A versão tradicional de 90 gramas é feita com queijo e custa R$ 2,50, mas a receita também pode ser incrementada com goiabada cascão (R$ 3,00). Para completar o lanche, há café coado (R$ 1,50) ou expresso (R$ 3,00) e caldo de cana (R$ 4,00 o copo de 400 mililitros). Avenida Isaac Póvoas, 169, Popular, 3044-5088 (15 lugares). 6h30/19h (sáb. até 12; fecha dom.); Rua Mar Del Plata, 152, Jardim das Américas, 3044-5088 (20 lugares). 6h30/19h (sáb. até 12h; fecha dom.). Aberto em 2015.

Fabico Lanches

Continua após a publicidade

Em funcionamento há 57 anos, uma das lanchonetes mais longevas da capital é nomeada com o apelido de seu fundador Antônio Fábio Pinheiro, o finado Fabico. Hoje, seu filho Miguel Afonso está à frente do negócio ao lado de outros familiares e segue oferecendo receitas tradicionais, caso do bauru (R$ 4,50 o pedaço de 100 gramas). Outros sucessos da casa são o bolo de queijo (R$ 2,50) e o bolo de arroz (R$ 3,00). O ambiente simples tem poucas mesas e a maior parte da clientela leva os doces e os salgados para comer em casa. Avenida Tenente Coronel Duarte, 843, Dom Aquino, 99216-2731 (8 lugares). 8h/18h (fecha sáb. e dom.) Aberto em 1962.

Pamonharia Goiana

Nesta casa de esquina, a decoração rústica remete ao clima de fazenda. No menu, o milho reina como principal ingrediente. As pamonhas servidas há mais de 20 anos pela proprietária Ruth Helena saem em quatro sabores. Há versão doce ou salgada com recheio de queijo (R$ 8,00 cada uma), além das preenchidas com linguiça ou carne-seca, ambas também com queijo (R$ 8,50 cada uma). Entre os campeões de pedidos, está o empadão goiano, que combina frango, batata, queijo, milho e linguiça (R$ 16,50 o individual). Para beber, a sugestão é o suco de milho cremoso, feito com cural, leite e leite condensado (R$ 15,50, 700 mililitros). Rua Dezesseis, 316, Boa Esperança, 3664-1515 (200 lugares). 17h/23h (fecha dom.). Aberto em 1998.

Pamonharia O Milhão

Continua após a publicidade

Durante a semana a clientela é formada, em sua maioria, por viajantes que passam pela MT-010. Já aos fins de semana, moradores da Baixada Cuiabana visitam o local para provar os quitutes à base de milho. A pamonha é servida em versões tradicionais, de sal e doce com queijo, e especiais, caso da recheada com linguiça apimentada, queijo e jiló. Qualquer uma delas é vendida a R$ 8,00. Outra pedida popular é o suco de milho, feito à base de curau batido (R$ 8,00; 250 mililitros). Para um lanche mais reforçado, a sugestão é o pão com linguiça toscana (R$ 8,00 ou R$ 10,00 na versão com mussarela, requeijão e salada). Estrada da Guia, Km 20, 99699-9974 (80 lugares). 7h/18h. Aberto em 2016.

(Preços apurados entre abril e maio de 2019).

Veja também: Tudo sobre Veja Comer & Beber Cuiabá 2019

Publicidade