Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Oito restaurantes de cozinha baiana para conhecer em Salvador

Lista integra 20ª edição do guia gastronômico VEJA COMER & BEBER SALVADOR, publicado em 2019

Por Mariani Campos - Atualizado em 4 dez 2019, 01h01 - Publicado em 4 dez 2019, 00h01

Casa de Tereza

Comandada pela renomada chef Tereza Paim, a cozinha expede receitas inspiradas nos sabores da Bahia. Entre os pratos mais pedidos está a moqueca feita com camarão, polvo, peixe e banana-da-terra (R$ 149,90, para duas pessoas). No capítulo das sobremesas, sai bem a sugestão que reúne três tortinhas de chocolate 70%, duas bolas de sorvete de tapioca e calda de frutas vermelhas (R$ 41,00, para dois). Para brindar, o vinho argentino Familia Cecchin Orgânico Malbec custa R$ 144,00. Rua Odilon Santos, 45, Rio Vermelho,3329-3016 (210 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; funciona fer.). Aberto em 2012. $$$

Dona Mariquita

Entre as especialidades de Leila Carreiro, chef e proprietária da casa, destaca-se o sirimole frito e servido com farofa e vinagrete (R$ 60,00, para duas pessoas). Outro hit do lugar é a moqueca de feijão, uma espécie de feijoada incrementada com azeite de dendê e ovos e entre outros ingredientes (R$ 80,00, para dois). Para beber, o suco de caju e limão é o xodó da clientela (R$ 15,00 a jarra de 750 mililitros). Rua do Meio, 178, Rio Vermelho,3334-6947 (60 lugares). 12h/0h (seg., ter., dom. e feriados só almoço até 17h). Aberto em 2006. $$

Publicidade

Donana

No restaurante, fundado por Ana Raimundo Silva Santos, a Donana, a refeição pode começar com o camarão à joel, cozido no vapor, com azeitonas e acompanhado de arroz, farofa e pirão (R$ 118,90, 600 gramas). Outra opção é o ensopado de polvo (R$ 159,90, para duas pessoas) ladeado por arroz, farofa e feijão-fradinho. No arremate, a musse de coco-verde (R$ 9,00) é uma das sobremesas mais pedidas. Avenida Teixeira Barros, s/nº, Brotas, Centro Comercial Conjunto dos Comerciários,3019-7840 (200 lugares). 11h30/17h (ter. até 16h; feriados até 22h; fecha seg.); Rua Praia de Itapuã, quadra 4, lote 6, Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas,3379-4364 (100 lugares). 11h30/17h. Aberto em 1988. $$$

Ki-Mukeka

Com oito endereços na cidade, faz sucesso ao honrar a tradição baiana. A refeição pode começar com a porção de acarajé recheado com vatapá, vinagrete e camarão seco (R$ 37,00, seis unidades). Na sequência, a moqueca de camarão com queijo de coalho e banana-da-terra chega à mesa em companhia de farofa de banana-da-terra e arroz (R$ 152,00, para três pessoas). A cocada preta, feita com rapadura (R$ 14,50), pode encerrar a refeição. Avenida Octávio Mangabeira, 136, Jardim Armação, ☎ 3461-7333 (190 lugares); Avenida Octávio Mangabeira, 345, Pituba,3240-0192. 11h30/22h (dom. e feriados só almoço até 17h.) Mais seis endereços. Aberto em 1980. $$

Odoyá

Publicidade

Paredes, pilastras e janelas remetem aos casarões do Pelourinho. Nesse ambiente, quem chega é recebido com um couvert, oferta da casa, composto de três abarás e três acarajés com vatapá e camarão seco. Roska de jabuticaba (R$ 18,00) ou uma clássica caipirinha (R$ 14,00) podem acompanhar. Para a etapa principal, o cardápio sugere flé de peixe grelhado ao molho de gengibre com purê de banana-da-terra e arroz com castanhas (R$ 68,00). Terreiro de Jesus, 1, Pelourinho,3322-7892 (120 lugares). 11h30/22h. Aberto em 2008. $$

Paraíso Tropical

As receitas do chef Beto Pimentel usam muitas frutas e ervas que ele próprio cultiva. O resultado pode ser conferido em pratos como a moqueca de camarão e tarioba, guarnecida de arroz de cúrcuma, aipim cozido farofa e molho de biri-biri (R$ 110,00, para duas pessoas). A sobremesa é por conta da casa: um prato com uma variedade de frutas colhidas no pomar do imóvel. Para bebericar, o drinque de coco com tamarindo leva cachaça artesanal (R$ 26,00). Rua Edgard Loureiro, 98 B, Cabula,3384-7464 (120 lugares). 12h/22h (dom. e feriados só almoço até 17h). Aberto em 1993. $$

Sorriso da Dadá

Publicidade

Clássico do Pelourinho, o restaurante, em atividade há mais de três décadas, tem entre suas especialidades a moqueca de peixe, servida em  companhia de pirão, feijão-tropeiro,arroz e farofa (R$ 89,90, para duas pessoas). Para anteceder a pedida, os clientes costumam pedir a casquinha de camarão gratinada com queijo, palmito, azeitona e cogumelo- de-paris (R$ 27,00), que vai bem ao lado da roska de biri-biri com hortelã (R$ 27,00). Rua Frei Vicente, 5, Pelourinho, 3321-5819 (60 lugares). 12h/17h (qua. a sáb. até 22h). Aberto em 1988. $$

Yemanjá

Antigo conhecido dos soteropolitanos, aberto há 45 anos, é especializado em moquecas que servem duas pessoas, entre elas a de camarão (R$ 135,90) e a de peixe (R$ 108,90). As panelas fumegantes chegam à mesa ao lado de arroz, farofa, feijão-fradinho e pirão. No rol de entradas, os acarajés vêm com camarão seco e vatapá (R$ 27,90, seis unidades). O bolo de rolo com sorvete de tapioca e calda de goiabada (R$ 13,00) pode adoçar o arremate da refeição. Avenida Octávio Mangabeira, 4661, Jardim Armação,3461-9010 (180 lugares). 11h30/23h; Shopping Barra, ☎ 3052-4909 (130 lugares). 11h30/22h (dom. e feriados 12h/21h). Aberto em 1974. $$

Quer conhecer todos os campeões de VEJA COMER & BEBER e o roteiro completo de comidinhas, bares e restaurantes em Salvador? Clique aqui.

Publicidade