Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Conheça as melhores padarias de Cuiabá

Seleção faz parte da terceira edição de VEJA COMER & BEBER Cuiabá 2019

Por Ana Flávia Corrêa, Iracy Paulina, Lidiane Barros, Luly Zonta, Maria Clara Cabral, Mariani Campos, Rodrigo Meloni e Rodivalho Ribeiro Atualizado em 22 Maio 2019, 13h12 - Publicado em 18 Maio 2019, 23h59

Bakehouse 44

O proprietário Marcelo Oliveira deixou para trás a carreira de advogado para se dedicar à panificação artesanal. Sua especialidade são os pães de fermentação natural, como o de passas com nozes e o de espelta (também conhecido como trigo vermelho) – cada unidade com aproximadamente 400 gramas sai a R$ 18,00. Em sua padaria, também fazem sucesso os folhados, caso do croissant (R$ 8,50 a unidade), que pode vir à mesa com recheio de queijo de búfala e tomate seco (R$ 15,00). Para comer no local, o croque monsieur (R$ 18,00) é feito com pão de forma da casa, recheio de presunto e queijo ementhal e levado ao forno para gratinar com molho branco. O café coado na hora (R$ 4,00) é a sugestão para bebericar. Avenida Filinto Müller, 540, Popular, 3023-4561 (26 lugares). 7h/20h (dom. 8h/13h; fecha seg.). Aberto em 2016.

Caramella’s

Quando abriu sua padaria, em 2011, Nilson Cortez já acumulava décadas de experiência trabalhando no ramo. Ao lado de sua mulher, Cenil, ele administra esta movimentada loja, na qual fornadas de pão francês (R$ 14,00 o quilo) saem fresquinhas a cada duas horas. Para comer ali, fazem sucesso os sanduíches naturais, caso do recheado com patê de frango, salada e peito de peru (R$ 12,00), e as pizzas, aqui feitas em assadeiras quadradas com coberturas como a que leva frango, presunto, queijo e Catupiry (R$, 7,50 a individual). Para acompanhar, o suco de laranja pode vir em copo (R$ 5,00) ou jarra (R$ 10,00). Avenida Oátomo Canavarros, 291, Bela Vista, 3023-4206 (60 lugares). 6h/12h (dom. até 13h). Aberto em 2011.

Doce Saúde Fit

Na cozinha da advogada Viviane Martins, açúcar e farinha refinada não têm vez. Seus primeiros experimentos e receitas foram feitos em casa, para alimentar de forma saudável o marido que enfrentava uma doença séria. No fim de 2018, ela abriu sua própria padaria, no Jardim das Américas. Ali, o quitute mais pedido é o pão de queijo feito com batata-doce e queijo de minas (R$ 15,00 a porção com doze unidades). Diariamente, ela faz um bolo sem glúten e sem açúcar. Os sabores variam, mas as fatias são vendidas a R$ 8,00 e podem ganhar escolta de uma xícara de café coado, cortesia da casa. Avenida Haiti, 614, Jardim das Américas, 2129-7589 (30 lugares). 8h/18h30 (sáb. até 12h; fecha dom.). Aberto em 2018.

Farelaria

A personal trainer Rayanna Albertassi Dagioratti tomou gosto pela cozinha ao testar receitas com ingredientes funcionais. Em sua padaria, de segunda a sexta-feira, a clientela encontra pães frescos, como o low carb (R$ 40,00; 400 gramas), feito com farinha de amêndoas, de linhaça e psyllium, e o de batata-doce sem trigo e sem leite (R$ 25,00; 500 gramas). A dupla preferida da clientela é formada pela combinação da coxinha de frango com mussarela sem lactose (R$ 10,00) com um copo de suco verde (R$ 8,50). No capítulo de sobremesas, o menu sugere o bolo de churros (R$ 13,00 a fatia) e o brownie com chocolate 70% sem farinha de trigo nem leite (R$ 6,00). Para completar a experiência, há cappuccino vegano (R$ 14,00), feito com leite de castanha. Avenida Presidente Marques, 734, Centro Norte, 8137-1381 (20 lugares). 9h/18h (sáb. até 12h; fecha dom.). Aberto em 2018.

Padaria América

A padaria diversificou seus serviços e monta também bufê de almoço (R$ 51,90 o quilo de segunda a sexta; R$ 58,90 o quilo aos sábados, domingos e feriados) e vende pizzas, mas são mesmo as fornadas de pães sempre frescos que atraem a atenção da clientela. Um dos preferidos é a ciabatta de casquinha crocante e miolo macio (R$ 44,00 o quilo). Na seção de doces, brilham as carolinas com recheio de chocolate (R$ 66,50 o quilo) e, entre os salgados, a preferência recai sobre a empada de carne-seca (R$ 7,50). O bufê de café da manhã montado entre 7h30 e 10h30 custa R$ 25,90 por pessoa durante a semana, já aos sábados, domingos e feriados, os quitutes ficam disponíveis até 11h30 e o preço sobe para R$ 32,90. Avenida Haiti, 344, Jardim das Américas, 3628-3060 (140 lugares). 6h/22h. Aberto em 2013. Aqui tem iFood.

Padaria Panfrigo

Continua após a publicidade

Antiga conhecida dos moradores da capital mato-grossense, esta padaria funciona há quase quatro décadas no mesmo endereço. Comandada pelo casal Mônica e Laucídio Gomes serve receitas típicas do estado, a exemplo dos bolos de arroz e de queijo (R$ 2,50 a unidade de cada um), além de diversas compotas, como a de caju, de abóbora, de limão e de banana-da-terra (R$ 28,00 cada uma com 280 gramas). O pãozinho francês (R$ 16,00 o quilo) é usado também no tradicional sanduíche de mortadela (R$ 5,00). Avenida Tenente Coronel Duarte, 36, Centro Norte, 3321-9073 (26 lugares). 6h/20h (dom. e feriados até 14h). Aberto em 1981.

Padaria Viena

Hernando Brito busca inspiração em sua família, de origem italiana, para preparar receitas queridinhas da casa, a exemplo do pão tortano, fermentado naturalmente com recheio de calabresa e provolone (R$ 36,90 o quilo). Não faltam opções também para quem busca uma receita açucarada, vale apostar no pão com recheio de creme de leite Ninho (R$ 52,90 o quilo), no mil-folhas de baunilha (R$ 9,90) e no clássico pudim (R$ 8,00, em média, o pedaço).Para quem prefere um lanche na linha fitness, a sugestão é a omelete de peito de peru com queijo branco, que vem escoltada por pão da casa (R$ 22,90). Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, 560, Popular, 3321-5835 (80 lugares). 6h/22h. Aberto desde 2002. Aqui tem iFood.

Panetteria Tabacchi

Para comer no local ou levar para casa, a especialidade são os pães fermentados naturalmente, a partir de insumos orgânicos, sem adição de conservantes ou aditivos. Resultam das fornadas ciabattas (R$ 36,00 o quilo), elaboradas com farinha francesa e cúrcuma, e pão francês (R$ 14,00 o quilo). Para comer ali, é boa pedida o sanduíche de filé-mignon assado com mostarda (R$ 25,00), que pode ser montado em qualquer um dos pães. Para bebericar, vai bem o cafezinho coado à mesa (R$ 4,50). Rua Sá Porto, 10, Jardim Petrópolis, 99673-5518 (40 lugares). 14h/19h30 (sáb. 7h30/12h; fecha dom.). Aberto em 2013.

Sorella

Em um dos locais de mais movimento na Praça Popular, a clientela sempre encontra pães, doces e salgados frescos. As coxinhas de frango com Catupiry (R$ 7,50), por exemplo, costumam ser renovadas a cada duas horas. Apesar da popularidade do salgado, é o pastelzinho de carne (R$ 0,99 a unidade) que lidera os pedidos: são vendidos cerca de 16 mil por mês. No rol dos pães, os queridinhos da clientela são os de batata (R$ 35,64 o quilo), o caseiro (R$ 33,00 o quilo) e o santo antônio (R$ 41,58 o quilo). Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, 417, Popular, 3623-3192 e 99946-2332 (57 lugares). 6h/20h30 (sáb. até 19h30; dom. até 12h). Aberto em 1994.

Studio do Pão (campeã de 2019)

Executivo da área de telecomunicações, Marcos de Almeida trocou, há seis anos, a capital paulista por Cuiabá, terra de sua mulher. Por aqui, a falta que sentiu da variedade oferecida pelas padarias de São Paulo serviu de insight para mudar de profissão. Depois de fazer faculdade de gastronomia e se especializar em panificação em cursos na Itália, ele começou uma pequena produção de pães na cozinha de seu apartamento — as vendas eram feitas pelo WhatsApp. Quando o grupo de clientes ultrapassou 400 pessoas, ele viu que era hora de abrir uma loja física. A linha de pães, com cerca de setenta itens, segue uma receita simples, escrita na parede da casa: água, farinha, sal e levain (fermento natural, obtido com a proliferação de microrganismos numa mistura de farinha e água exposta ao meio ambiente). Entre as receitas italianas vendidas por quilo estão o tortano (R$ 85,00), um pão recheado com três tipos de linguiça e queijo, e a focaccia (R$ 70,00). Com sotaque francês, o croissant de amêndoas sai a R$ 16,00 a unidade. Na vitrine de doces, Marcos exibe com carinho sua versão de sonho (R$ 8,50 a unidade), o bolinho com massa de brioche e recheio de creme que remete à sua memória afetiva da época de garoto, quando ele comia o doce na cidade paulista de Santo André. Rua das Violetas, 108, Jardim Cuiabá, ☎ 2129-7103 (21 lugares). 7h/19h (sáb. 8h/12h30; dom. 8h/12h). Aberto em 2017.

(Preços apurados entre abril e maio de 2019).

Veja também: Tudo sobre Veja Comer & Beber Cuiabá 2019

Continua após a publicidade
Publicidade