Clique e assine a partir de 9,90/mês

Confira os restaurantes naturais de Cuiabá

Lista com sete endereços integra o especial VEJA COMER & BEBER CUIABÁ 2019

Por Ana Flávia Corrêa, Iracy Paulina, Lidiane Barros, Luly Zonta, Maria Clara Cabral, Mariani Campos, Rodrigo Meloni e Rodivalho Ribeiro - Atualizado em 22 May 2019, 12h54 - Publicado em 18 May 2019, 23h59

Arado Natural (campeão de 2019)

Um imóvel ajardinado com jeitão de residência abriga o restaurante, aberto no ano passado pelos sócios vegetarianos Marcelo Tadeu Fraga e Silvia Trevisan. Há mesas no salão de entrada, onde fica o bar, mas as mais disputadas estão no quintal dos fundos, também ocupado por árvores frutíferas e uma horta. Ali são cultivados temperos e pancs (plantas alimentícias não convencionais) utilizados em receitas como o divino maravilhoso. Queridinho dos frequentadores, esse é o nome do hambúrguer de feijão-preto, quinoa negra e cogumelo shiitake. Mussarela de búfala, pasta agridoce de tomate-cereja e chips de coco e maionese de abacate servida à parte completam a sugestão (R$ 33,00). Outra escolha que faz sucesso, a pizza arado (R$ 43,00) recebe coberturas que variam de acordo com os ingredientes, que vêm de uma rede de produtores locais. Dica: a pedido dos clientes, as receitas podem ser alteradas para atender veganos e pessoas com algum tipo de intolerância alimentar. Na hora da sobremesa, vale optar pelo maculelê, um combinado de doce de leite de búfala, farofa de biscoito de chocolate e baru e banana caramelada (R$ 29,00). Avenida Senador Filinto Müller, 284, Popular,2136-9590 (70 lugares). Qui. e sex. 19h/22h30; sáb., 12h/14h e 19h/22h30. Aberto em 2018. $$

Body Chef

Com proposta saudável, nasceu como delivery e hoje já soma seis unidades, que levam a marca de Cuiabá para Sinop, Tangará e Primavera. Nos bufês por quilo (paga-se R$ 6,20 a cada 100 gramas) ficam alinhados folhas, legumes e grãos, além de três proteínas magras (carne, peixes ou frango). Algumas receitas têm lugar cativo no menu do chef Mario Espósito, entre elas o salmão grelhado com molho de maracujá e o nhoque de batata-doce com ragu. Para acompanhar, há sucos preparados sem adição de água, a exemplo do que combina açaí, banana, água de coco e guaraná em pó (R$ 8,00 com 300 mililitros e R$ 12,00 com 500 mililitros). Não se acanhe, montar marmita para o jantar é prática comum entre os clientes.  Avenida Fernando Corrêa da Costa, 320, Poção, 2127-3546 (75 lugares). 8h/18h (sáb. até 15h; fecha dom.). Shopping Estação, 98116-1483, 10h/22h. Mais um endereço. Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $

Continua após a publicidade

Join Fit

Inspirada nos restaurantes de São Paulo, a advogada Aline Camila Piran decidiu investir no conceito de comida saudável a preços acessíveis. Seu empreendimento, aberto em setembro de 2018, opera como um misto de restaurante e café, servindo receitas elaboradas pelo chef Leonardo Warick. O local acolhe quem só quer fazer um lanche rápido e provar coxinhas de frango ou de patinho, feitas com batata-doce, farinha sem glúten e requeijão zero lactose (R$ 12,00 cada uma). Para uma refeição mais robusta, o restaurante tem sugestões renovadas quinzenalmente – o único prato fixo é composto de cubos de carne servidos com purê de abóbora cabotiá e legumes salteados (R$ 19,00). Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 1756, Edifício SB Tower, 3365-7229 (36 lugares). 7h30/20h (sáb. até 15h; fecha dom.). Aberto em 2018. $

Ki Nutre Restaurante

Este endereço de cozinha vegana comandado pela família Moura Miranda completou quinze anos de funcionamento em abril. As receitas oferecidas em sistema de bufê (R$ 46,90 o quilo) priorizam ingredientes de origem vegetal em preparações assadas, cozidas ou grelhadas. Diariamente, cerca de quarenta pratos são alinhados sobre a bancada, com opções que podem incluir moqueca de palmito, lasanha de abobrinha e, uma das especialidades, o quibe assado feito de jaca com legumes. Estão sempre por lá também acompanhamentos como arroz integral, feijão-vermelho, lentilha, proteína de soja. Às terças e quintas-feiras, os clientes podem encontrar pizzas cobertas com ingredientes como tofu, tomate, tomate seco, rúcula, escarola, jaca e cogumelos. Para acompanhar, os sucos naturais são servidos em jarra (R$ 9,00). Avenida Presidente Getúlio Vargas, 676, Centro Norte, 3321-3540 (60 lugares). 11h/14h (fecha sáb.). Aberto em 2004. Aqui tem iFood. $

Continua após a publicidade

Natural Club

Na cozinha da nutricionista Marlete Giroldo, em atividade há quinze anos, ingredientes naturais têm prioridade. Das suas panelas saem os caldos de legumes e de carne e o molho de tomate que temperam as receitas. As massas integrais também são produzidas na casa. Diariamente, no bufê (R$ 55,90 o quilo) muitos grãos e folhas frescas acompanham receitas como lasanha e empadão de legumes, charuto de couve com tofu e hambúrguer de grão-de-bico. As sugestões vegetarianas ganharam reforço, mas a casa também serve receitas com carne. Para adoçar, a aposta é o cheesecake vegano preparado com tofu, castanha e tâmara (R$ 8,00) ou a fatia de bolo de castanha-do-pará sem glúten e sem lactose (R$ 9,00). Rua Dois, 484, Boa Esperança, 3023-7660 (110 lugares). 11h/14h (fecha dom. e feriados). Aberto em 2004. Aqui tem iFood. $

Natural Club Express

Novo espaço do casal Marlete e Fernando Giroldo, do Natural Club, o restaurante tem serviço enxuto, apenas vinte lugares e receitas com pegada saudável que podem ser consumidas no local ou levadas para casa (também há serviço de delivery). O cardápio apresenta sugestões como a moqueca banana-da-terra com arroz integral e brócolis no vapor e a lasanha de berinjela com proteína de soja (cada um dos pratos tem 270 gramas e custa R$ 17,50). A cozinha prepara também uma seleção de sopas, caso do caldo de feijão com abobrinha, cenoura e chuchu (R$ 16,50). Para um lanche rápido, há esfiha integral de ricota e brócolis (R$ 13,00, seis unidades). Rua João Bento, 450 B, Quilombo, 2136-0046 e 99998-8108 (20 lugares). 8h/17h (sáb. até 14h30; fecha dom.). Aberto em 2018. Aqui tem iFood. $

Continua após a publicidade

Raposa Vegana

O nome da casa faz referência ao apelido que a proprietária, Wanessa Rodrigues, tinha no colégio. Vegana, ela comanda o restaurante ao lado do marido, João Lucas Almeida. A proposta do casal é mudar o cardápio diariamente, sempre oferecendo dois pratos de comfort food em versão vegana, precedidos por uma saladinha incluída no preço. Entre as opções, podem figurar estrogonofe de grão-de-bico e cogumelos, baião-de-dois com feijão-de-corda e palmito, moqueca de banana-da-terra com palmito e farofa de castanha, uma paella com algas e lentilha e ceviche de jaca. A sugestão do dia custa R$ 28,90 (350 gramas) ou R$ 33,90 (500 gramas), já a sugestão da semana R$ 30,90 ou R$ 35,90, respectivamente. Para matar a sede, há bebidas de produção própria, entre elas um refrigerante caseiro (R$ 10,00,  340 mililitros). O casal também assina uma linha de sorvetes, são doze sabores, entre os quais café com pasta de amendoim e cacau – uma bola custa R$ 8,00 e duas, R$ 14,00.  Rua Cândido Mariano, 1270, Quilombo, 3623-5023 (40 lugares). 11h/14h (fecha sáb. e dom.). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $

(Preços apurados entre abril e maio de 2019).

Veja também: Tudo sobre Veja Comer & Beber Cuiabá 2019

Publicidade