Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

As melhores casas italianas do Rio segundo VEJA COMER & BEBER

A lista integra a 23ª edição do guia VEJA COMER & BEBER dedicado à gastronomia carioca em 2019

Por Bruna Velon, Carolina Barbosa e Pedro Tinoco 31 jul 2019, 00h01

Al Fresco

Primeiro italiano dos seis restaurantes do Grupo Irajá, do chef Pedro de Artagão, ele ocupa um salão de pé-direito alto e varanda espaçosa. O percurso no menu pode começar pelo suppli al telefono, um bolinho de risoto recheado de queijo (R$ 24,00, quatro unidades). As massas frescas são produzidas na casa, a exemplo das que compõem o canelone de vitelo ao funghi (R$ 82,00) e o espaguete à carbonara (R$ 68,00). No momento doce, destaque para a versão de Ferrero Rocher: uma esfera dourada de chocolate crocante com calda quente de Nutella e sorvete de avelã (R$ 52,00). Rio Design Leblon, loja 112, Leblon,2540-5487 (96 lugares). 12h/0h (sex., sáb. e feriados até 1h). Aberto em 2018. Aqui tem iFood. $$$

Anna

Piso de tábua corrida, paredes com tijolos aparentes e uma profusão de peças de antiquário compõem o salão. Batizada em homenagem a Anna Aleixo, matriarca da família dedicada a negócios de comida italiana, e tocada por seus filhos, a casa tem sistema de produção artesanal: massas são feitas a mão, o ravióli é recheado no momento do pedido e os pães são assados a cada dez minutos. O menu aponta dicas como raviolini de queijo taleggio com aspargo fresco e avelã (R$ 52,70) e bavettine, um tipo de talharim mais estreito, com tinta de lula, camarão e lagostim (R$ 59,90). Na sobremesa, tem profiteroles com gianduia (R$ 28,00). Aviso importante: não são aceitos cartões de crédito ou débito. Avenida Epitácio Pessoa, 214, Ipanema,2529-8810 (100 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 12h/23h). Aberto em 2010. Aqui tem iFood. $$

Artigiano

Típicas da Emilia-Romagna, as mais de trinta variedades de massa fresca no cardápio são produzidas a mão. Esse detalhe levou o sócio João Carlos Aleixo a receber, em maio de 2019, o “diploma di benemerenza” da Assembleia Legislativa de Rimini, pela contribuição da casa na divulgação da autêntica cozinha daquela região italiana. São sugestões como a lasanha verde com ragu à bolonhesa (R$ 44,70) e o tortelli de ervas à parmigiana (R$ 41,80). Antes, prove as flores de abobrinha fritas, recheadas de mussarela e anchova (R$ 25,00). Na sobremesa, há torta de mascarpone com frutas do bosque (R$ 26,50). Avenida Epitácio Pessoa, 204, Ipanema,2512-6107 (170 lugares). 18h30/0h30 (sex. e sáb. até 1h; dom. 12h/0h). Aberto em 1996. $$

Cantina da Praça

A varanda de madeira, com toalhas quadriculadas nas mesas, é um respiro na movimentada esquina da Praça General Osório. Por lá são servidas receitas artesanais, do panino de mortadela feito com pão de fermentação natural (R$ 22,00) às massas frescas, como o ravióli de mussarela de búfala ao concassé de tomate fresco (R$ 32,00). Como em qualquer cantina clássica, o menu não deixa de elencar o filé à parmigiana, guarnecido, aqui, com purê de batata (R$ 42,00). O espaço ainda conta com menu de café da manhã, oferecido diariamente até 12h, padaria e mercearia. Rua Jangadeiros, 28, Ipanema,3258-9540 (120 lugares). 8h/0h (sex. e sáb. até 1h). Aberto em 2017. Aqui tem iFood. $

Carmelo

Na empreitada do chef Marcos Alvim, o passeio pelo menu pode começar pela polenta frita, servida com molho de alho (R$ 16,90). Depois, os clientes têm a opção de montar sua massa. Uma das combinações possíveis é o fettuccine à boscaiola (cogumelo-de-paris, bacon, cebola e creme de leite), por R$ 45,90. No capítulo dos risotos, o anne traz queijo brie, pupunha e aspargo (R$ 54,90). Em dias úteis, há bufê de almoço (R$ 48,90 por pessoa) e, às quintas, o jantar ganha trilha sonora de um grupo de jazz. O selo Carmelo ainda exibe os complementos Armazém, na mesma rua, e Café, na região central da cidade. Rua Correa Dutra, 75, Flamengo,2225-1890 (96 lugares). 9h/23h (seg. e ter. 12h/21h; dom. até 20h). Aberto em 2010. $

Casa do Sardo

O chef e sócio Silvio Podda reverencia sua terra natal, a Sardenha, com um menu típico da ilha italiana — uma bandeira indica quais são as receitas mais tradicionais. Nessa lista estão os cogumelos assados com queijo de cabra (R$ 31,00, seis unidades) e o espaguete com vôngole e bottarga (ovas salgadas e secas de tainha) ao limão-siciliano e azeite (R$ 58,00). A casa também serve menu degustação em oito etapas (R$ 128,00 o de mar, R$ 95,00 o de terra) mediante reserva. Rua São Cristóvão, 405, São Cristóvão,2501-9848 (70 lugares). 12h/23h (seg. 12h/16h e 18h/23h; dom. até 16h). Aberto em 2012. Aqui tem iFood. $

Cipriani

Há três anos o chef italiano Aniello Cassese abastece o salão de janelas voltadas para a piscina do Copacabana Palace — seu trabalho foi reconhecido com uma estrela no Guia Michelin. Os menus variam no almoço e no jantar. No primeiro horário entram pizza frita (margherita ou de berinjela) com queijo de cabra (R$ 69,00) e porchetta com agridoce de tomate, maionese picante e brioche caseiro (R$ 90,00). À noite, o menu degustação (R$ 420,00) traz um panorama das sugestões de Cassese. À la carte, surgem pratos como parmigiana de peixe do dia com mussarela defumada e tomate (R$ 140,00) e, ainda, clássicos locais — o tagliolini verde cipriani (R$ 120,00) é preparado desde a inauguração. Avenida Atlântica, 1702 (Belmond Copacabana Palace), Copacabana,2548-7070 (80 lugares). 12h30/15h e 19h/0h (sex. e sáb. jantar até 1h; fecha dom.). Aberto em 1994. $$$$

D’Amici

Com ares mediterrâneos, a casa vem mantendo uma clientela fiel nas suas duas décadas de funcionamento. O menu, de raízes italianas, costuma ter poucas alterações, mas há novidades do chef Alan Leal, há um ano no cargo: risoto de polvo com manga, rúcula e amêndoa (R$ 95,00) e fettuccine com medalhão de cavaquinha ao vinho branco, acompanhado de abobrinha (R$ 110,00). No capítulo de sobremesas estreou o almendrado (R$ 28,00), uma homenagem ao chef José Hugo Celidônio. A nova gestão da casa (desde março de 2019) repaginou a carta de vinhos com rótulos mais em conta, como o cabernet sauvignon argentino Estiba I (R$ 92,00). Rua Antônio Vieira, 18, Leme,2543-1303 (72 lugares). 12h/0h (dom. até 22h). Aberto em 1999. Aqui tem iFood. $$$

Del Plin

A região do Piemonte, vizinha da França, é a principal influência do restaurante franco-italiano. Seu couvert (R$ 28,00) traz pães, manteiga com flor de sal, geleia de tomate e queijo de cabra. Adiante, a burrata chega à mesa com tomatinhos confitados e pesto (R$ 49,00). O menu oferece capítulo especial ao del plin, agnellotti típico do norte da Itália. Recheio de queijo brie com pera e molho de ervas e noz torrada compõem o francia (R$ 37,00). Produzido com uvas italianas e francesas, o vinho da casa custa R$ 180,00. VillageMall, piso L1, Barra,3252-2806 (70 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. até 22h). Aberto em 2018. $$

Fasano Al Mare

Desde o início de 2019, o italiano Nicola Fedeli comanda o complexo gastronômico do Hotel Fasano: o Bar da Piscina, o bar Baretto-Londra, o Quiosque Marea, à beiramar, e o restaurante. Para o cardápio servido no Fasano Al Mare, a recomendação de Rogério Fasano, à frente do negócio, foi investir nos frutos do mar. No menu degustação criado pelo chef (R$ 310,00, seis etapas) há sugestões como tagliatelle com vôngole, tomate – cereja e manjericão e risoto de camarão, alcachofra e limão-siciliano. A seção à la carte exibe, entre outras dicas, carpaccio e tartare de atum (R$ 89,00 cada pedido) e ossobuco de vitela com risoto de açafrão (R$ 144,00). Avenida Vieira Souto, 80 (Hotel Fasano), Ipanema,3202-4000 (75 lugares). 12h/15h e 19h/0h (qui. jantar até 1h; sex. e sáb. jantar até 1h30; sáb. e dom. almoço a partir de 12h30). Aberto em 2007. $$$$

Flor do Céu

Para desfrutar o almoço com vista para o mar e para o verde, é necessário percorrer a Rua Aperana, cruzar o Parque Penhasco Dois Irmãos e seguir por um trecho de terra até a entrada da comunidade Chácara do Céu. Lá, o italiano Tobia Messa cria os pratos do menu degustação (R$ 130,00). A seleção é rica em peixes e frutos do mar e muda a cada dia. Entre os preparos da casa há escabeche de mexilhão e polvo com tomate e ovas de tainha e tagliatelle com cogumelo, cebolinha e parmesão. Bolo de chocolate com morango, caramelo e baru pode encerrar o almoço, que começa a ser servido às 14h e dura cerca de três horas. Rua Aperana, 200/Via Primavera SN, Chácara do Céu, Leblon,98867-9243. 14h/18h. Aberto em 2016. $$

Fratelli

Na Barra, a decoração de Hélio Pellegrino exibe tijolos centenários trazidos da Itália e outros materiais reciclados. Quatro anos depois da matriz, em 1992, abriu as portas o ponto do Leblon, com decoração contemporânea. Ambos defendem quase o mesmo cardápio. A seção de entradas traz burrata (R$ 52,00) e shiitake no forno a lenha (R$ 74,00). Adiante, entre as dicas de prato principal, sobressai o espaguete fratelli, com camarão, pimentões verde, vermelho e amarelo e molho de tomate (R$ 99,00). Os dois endereços têm adegas robustas, com rótulos como o do tinto argentino Trumpeter Malbec-Syrah (R$ 145,00). Avenida Lúcio Costa, 2916, Barra,2494-6644 (180 lugares). 12h/1h; Rua General San Martin, 983, Leblon, ☎ 2259-6699 (107 lugares). 12h/1h. Aberto em 1988. $$$

Gero

O icônico salão de tijolos de Ipanema ganhou uma varanda inspirada em jardins toscanos, que proporciona um clima romântico aos jantares. Receitas atemporais italianas dividem espaço com criações do chef Luigi Moressa, a começar pelo tartare de robalo com queijo de cabra fresco (R$ 85,00). Ele também incluiu no menu a massa recheada de presunto cru, mortadela e lombo ao molho de cogumelo porcini (R$ 98,00). Nos dias úteis, o executivo tem três etapas a R$ 110,00. A marca do Grupo Fasano conta ainda com mais duas unidades no Rio. O Gero Trattoria, no Shopping Leblon, funciona sem intervalo e monta um bufê de almoço com antepastos e saladas por R$ 75,00 (sobe para R$ 85,00 com um prato quente). Na Barra, o Gero + Trattoria mantém a seção de preparo das massas à vista dos clientes. Rua Aníbal de Mendonça, 157, Ipanema,2239-8185 (122 lugares). 12h/16h e 19h/1h (sáb. 12h/1h30; dom. e feriados 12h/0h). Mais dois endereços. Aberto em 2002. Aqui tem iFood. $$$$

Giuseppe

Trata-se do primeiro estabelecimento do restaurateur Marcelo Torres. Hoje, são quatro restaurantes com o selo Giuseppe, com diferentes especialidades, além de Laguiole Lab, Xian e Nolita. A casa, que atrai executivos do Centro do Rio para o almoço, ostenta um diploma da Accademia della Cucina Italiana. De início, o carpaccio de carne figura entre as opções (R$ 34,00). A sequência pode ter pratos de massa, como o gnocchetti sorrento (R$ 64,00), com molho de tomate, mussarela de búfala e manjericão, ou um risoto, como o de camarão (R$ 96,00). Na sobremesa, o tiramisu custa R$ 26,00. Rua Sete de Setembro, 65, Centro,3575-7474 (130 lugares). 12h/20h (fecha sáb., dom. e feriados). Aberto em 1993. Aqui tem iFood. $$

Grado (campeão de 2019)

O forno a lenha que fica anexo à cozinha aparente é uma das atrações principais neste agradável restaurante, comandado pelo chef Nello Garaventa, no Jardim Botânico — pelo segundo ano consecutivo, a casa leva o troféu da especialidade conferido por COMER & BEBER. Enquanto sua mulher, Lara Atamian, se encarrega do salão, o cozinheiro usa a cocção lenta para garantir o apuro de pratos típicos que combinam simplicidade com sofisticação na mesma proporção. É o caso da polenta mole com cogumelos e fonduta de parmesão (R$ 36,00), deliciosa dica de entrada, que divide a atenção com algumas receitas recém-chegadas ao cardápio. Entre elas, a bruschetta de bacalhau mantecato (R$ 31,00, três unidades), típica da região do Vêneto, ou a burrata de búfala com tomates orgânicos confit e tartare de berinjela (R$ 53,00).

Continua após a publicidade

No casarão — de decoração intimista, com parede de tijolinhos aparentes, estantes repletas de livros e outros objetos de família —, os acertos não param por aí. Experimente sem pestanejar o risoto de abóbora com cogumelo e quenelle de parmesão (R$ 67,00). Mais uma novidade que vem agradando à clientela, a tagliata de angus, preparação característica da Toscana, é feita com 350 gramas de chorizo assado no carvão, fatiado e servido com batata calabresa na lenha e brotos (R$ 76,00). As sobremesas são um capítulo à parte. Poucos restaurantes dedicam o mesmo empenho da cozinha salgada à doce. O de Nello e Lara é uma feliz exceção à regra. Tire a prova com a crostata de maçã assada no forno a lenha (R$ 31,00) ou a torta rústica, sem nada de farinha mas com muito chocolate belga (R$ 29,00). Ao provar essas sugestões, você vai ficar com vontade de voltar muitas outras vezes, pode apostar. Rua Visconde de Carandaí, 31, Jardim Botânico,3253-3101 (70 lugares). 19h/23h (sex. até 23h30; sáb. 12h30/16h30 e 19h30/23h30; dom. 12h30/17h; fecha seg.). Aberto em 2017. $$

Gusto Cucina e Bar

No trecho mais fervido da Rua Dias Ferreira, o restaurante é dividido em três ambientes: a disputada varanda com deque de madeira, o salão principal, onde se destaca uma grande mesa compartilhável, e, ao fundo, o bar de coquetéis. O steak tartare com fritas trufadas (R$ 36,00) pode abrir a refeição. Entre os pratos, figuram o atum em crosta de panko com caponata siciliana e purê de feijão-branco (R$ 56,00) e o nhoque ao pesto com camarão e amêndoa (R$ 52,00). Para um toque doce ao final, há massa folhada com creme de confeiteiro e calda de frutas vermelhas (R$ 19,00). Rua Dias Ferreira, 78, Leblon,2512-6526 (90 lugares). 18h/1h (sex. até 2h; sáb. 12h30/2h; dom. 12h30/23h). Aberto em 2018. $$

Il Leone Restaurante

Novidade deste ano, ocupa o antigo casarão onde funcionou o Oui Oui, na gastronômica Rua Conde de Irajá. Quem comanda o negócio e as panelas é Alessandro Cucco, que reúne no espaço uma brigada egressa do Osteria dell’Angolo, local em que o chef italiano trabalhou por décadas. A friturinha de frutos do mar (R$ 55,00) pode abrir os trabalhos. Vale explorar a seção de massas, na qual o tortelli de abóbora e camarão sai a R$ 55,00. Fora dela está o duo de risoto de camarão e creme de palmito (R$ 88,00), outra sugestão de peso. Para sobremesa, há o clássico tiramisu (R$ 23,00). Rua Conde de Irajá, 85, Botafogo,3502-7349 (50 lugares). 18h/0h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/18h). Aberto em 2019. $$

ino.

No casarão em Botafogo, a cozinha tem inspiração italiana e perfil contemporâneo. Para a entrada, a burrata cremosa com limão- siciliano, pesto genovês e tomate em pó é servida dentro de uma cúpula de vidro e defumada na mesa (R$ 68,00). O nhoque recheado de queijo da Serra da Canastra (R$ 66,00) lidera as vendas entre os pratos principais. Ao final, o 3x cioccolato (R$ 34,00) reúne bolo úmido de cacau cremoso 54%, sorvete de chocolate belga e “terra” de chocolate. Na enxuta carta de vinhos, o tinto francês C’Est la Vie é oferecido em taça por R$ 20,00. Rua Conde de Irajá, 115, Botafogo,3851-6601 (60 lugares). 12h/15h e 19h30/23h (sex. jantar até 23h30; sáb. almoço até 16h30 e jantar até 23h30; dom. 12h30/17h30). Aberto em 2018. Aqui tem iFood. $$

Luce Cucina & Pizza

Casa do Grupo 14Zero3 — o mesmo de Pici, Oia, Mimolette e Posi —, passou por uma repaginada no último ano. Deixou o “carbone” de lado e adicionou “pizza” ao sobrenome. Um bom início é a burrata de búfala com maçã assada em caramelo balsâmico, rúcula e castanha-de-caju com pão da casa (R$ 47,00). Opção para a sequência, a pizza sinatra leva molho de tomate, mussarela, queijo scamorza defumado, alcachofra marinada e grana padano (R$ 52,00 a pequena; R$ 83,00 a grande). O percurso pode ser finalizado com o fudge cake de chocolate, avelã caramelizada e creme de baunilha (R$ 29,00). Fashion Mall, loja 301, São Conrado, 3324-4421 (120 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h). Aberto em 2017. $$

L’Ulivo Cucina e Vini

A casa está sob nova gestão desde o fim de 2018, com menu reformulado pelo chef italiano Michele Petenzi. Clássicos da Bota predominam entre preparos como o duo de bruschettas margherita (R$ 32,00) e a polenta frita com ragu de linguiça, pesto e parmesão (R$ 35,00). Na ala de massas frescas sobressaem o nhoque à sorrentina (R$ 48,00) e o espaguete à carbonara (R$ 52,00). Os preços para almoço durante a semana (11h30/15h) são atraentes: prato do dia a R$ 29,90 ou entrada, principal e sobremesa por R$ 45,70. Rua Miguel Lemos, 54, Copacabana,3576-7785 (28 lugares). 11h30/15h e 18h/0h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/18h; fecha seg.). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $

Massa + Ella

A terceira casa do chef Pedro Siqueira ganhou sobrenome, destacando a união da trattoria Massa com sua pizzaria, a Ella. No novo menu figuram pizzas napolitanas, como a margherita (R$ 41,00), e sanduíches. O de frango crocante com rúcula, aïoli de limão e queijo grana padano (R$ 27,00) representa bem a seção. Esse tom mais descolado da casa também aparece entre as bebidas: drinques por Alex Mesquita, chope Wäls (R$ 15,00) e vinhos em taça. As pastas artesanais seguem no cardápio, como o carbonara caipira (R$ 42,00) e a lasanha bolonhesa gratinada (R$ 49,00). Rua Dias Ferreira, 617 A e B, Leblon,3985-8191 (52 lugares). 12h/17h e 19h/0h (sáb. 12h30/0h30; dom. 12h30/0h). Aberto em 2016. $

Nolita

Casa inspirada no homônimo bairro italiano de Nova York, apresenta um cardápio cosmopolita em ambiente descolado. Do forno saem o flat bread coberto por salmão defumado com cream cheese (R$ 48,00) e a pizza de mussarela, molho de tomate, ovo frito, bacon e orégano (R$ 76,00 a grande). Outro trunfo do lugar são as pastas artesanais, como a que integra o mac and cheese (R$ 89,00), reforçado por camarão, trufa negra e farinha panko. Grandes, as sobremesas devem ser compartilhadas. A nuvem nolita (R$ 34,00) tem cinco sabores de sorvete envoltos por algodão doce azul e granulado colorido. VillageMall, piso L2, Barra,3252-2678 (110 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. e feriados até 22h30). Aberto em 2018. Aqui tem iFood. $$

Olivo Cucina e Pizzeria

Uma oliveira na entrada dá a pista de que o nome da casa remete a um ingrediente marcante da culinária italiana, o azeite. Dentro do tema, vale começar com os bolinhos de azeitona recheados de carne, servidos com molho de tomate levemente picante e pizza branca com alecrim e parmesão (R$ 26,00). O chef Nicola Giorgio assina os 21 sabores de pizza, como a abruzzese, feita com fior di latte, brie, linguiça picante e rúcula (R$ 48,00). Outras escolhas são o spaghettini de frutos do mar (R$ 62,00) e o atum mediterrâneo com risoto de limão-siciliano (R$ 54,00). Avenida Érico Veríssimo, 690, Barra,3085-0336 (120 lugares). 19h/1h (sex. até 1h30; sáb. 12h/1h30; dom. 12h/0h). Aberto em 2019. $$

Osteria dei Sardi

Dos mesmos donos da Casa do Sardo. Neste endereço, o foco vai além da culinária da Sardenha e se estende para vinte regiões gastronômicas da Itália, traduzidas em bruschettas, pizzas e massas. As fatias de pão tostado são servidas em pares, a exemplo do que representa a Sicília, montado com aliche, pasta de atum, orégano e tomate (R$ 20,00). As pizzas artesanais propõem um passeio pela Campanha, como a clássica margherita (R$ 47,00) — às terças e quartas (18h/23h) há rodízio. A viagem pela Bota pode continuar com espaguete ao pesto (R$ 29,00) e lasanha bolonhesa (R$ 35,00). Rua São Cristóvão, 339, São Cristóvão,3851-6444 (100 lugares). 11h30/23h30 (dom. e seg. até 16h). Aberto em 2018. Aqui tem iFood. $

Pasta & Vino

Ex-sócio da Osteria dell’Angolo e do Da Brambini, restaurantes que marcaram época, o chef milanês Luciano Pessina aposta aqui em um formato mais modesto e flexível. Os clientes podem optar por comer no restaurante ou comprar as massas de grano duro (R$ 42,00 o quilo) e os molhos caseiros para prepará-los em casa. Na ala de pastas frescas do menu estão o tortelli verde de ricota e espinafre com molho arrabiata e o ravióli de camarão com tomate e manjericão (R$ 28,00 cada um). Para acompanhar, as garrafas de vinho da casa variam de R$ 49,00 a R$ 95,00. No rol de sobremesas consta o cannoli siciliano, recheado de ricota e chocolate (R$ 15,00). Rua Francisco Sá, 35, Copacabana,3547-0300 (19 lugares). 11h/22h (dom. até 16h). Aberto em 2018. $

Pici Trattoria

As receitas chegam à mesa em apresentações que traduzem a criatividade e o esmero do chef executivo Elia Schramm. Presença certa no menu, o arancini pode ser servido numa versão de risoto de abóbora com manteiga de sálvia, guarnecido de fonduta de grana padano (R$ 25,00, quatro unidades). O nhoque ao pesto com creme de burrata e raspas de limão-siciliano (R$ 49,00) e a barriga de porco à pururuca com salada de funcho e batata assada com alecrim (R$ 62,00) são sugestões de pratos. No segmento doce tem dupla de cannoli com recheio de creme de Nutella, praliné e sorvete de avelã (R$ 29,00). Rua Barão da Torre, 348 A e B, Ipanema,2247-6711 (60 lugares). 12h/0h (sáb. até 1h; dom. até 23h). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $$

Posì Mozza & Mare

O conceito da casa foi inspirado na costa do sul da Itália e utiliza-se do limão-siciliano na decoração, nos pratos e nos drinques. Elaborado com essa fruta cítrica, o arancini vai à mesa escoltado por fonduta de grana padano (R$ 25,00, seis unidades). No capítulo mozza bar, o menu oferece três queijos frescos de búfala, que ganham coberturas como crudo de atum (R$ 46,00) e caprese (R$ 29,00), todos servidos com focaccia de fermentação natural. O chef Elia Schramm criou um carbonara inusitado entre os pratos de massa. Leva espaguete negro, polvo, pancetta, grana padano e gema de ovo (R$ 79,00). Rua Aníbal de Mendonça, 158, Ipanema,3215-8668 (103 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 23h). Aberto em 2019. $$

Prima Osteria & Bruschetteria

Segundo lugar da categoria bom e barato na edição anterior de VEJA COMER & BEBER, o negócio aposta em receitas tradicionais italianas. Os chefs Erik Nako e Cristiano Lanna valorizam a produção caseira. Na burrata, por exemplo, o recheio é elaborado por lá, com stracciatella e molho de cogumelos trufados. Como acompanhamento, tomate-cereja assado e rúcula (R$ 36,00). As massas também são artesanais e próprias, do clássico espaguete à carbonara (R$ 46,00) ao pici à amatriciana (R$ 42,00). Aos domingos, o aperol spritz sai por R$ 21,00. Rua Rainha Guilhermina, 95C, Leblon,2512-8298 (60 lugares). 12h/0h (qui. a sáb. até 1h). Aberto em 2010. $

Quadrifoglio

O chef Jessé Valentim, que já havia trabalhado na extinta unidade do Jardim Botânico, assumiu recentemente a cozinha na Barra. É sua criação o menu trittico di primi, degustação de três pratos em porções reduzidas, entre massas e risotos (R$ 85,00). Um clássico que nunca saiu do cardápio desde a inauguração da marca, em 1985, o ravióli mágico leva à mesa uma massa fresca recheada de maçã ao molho de fonduta de parmesão com semente de papoula (R$ 68,00). Também no rol dos mais pedidos, o risoto de frutos do mar tem lula, mexilhão, camarão e cavaquinha (R$ 89,00). VillageMall, loja 304, Barra,3252-2652 (90 lugares). 12h/16h e 18h/23h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/22h). Aberto em 1985. Aqui tem iFood. $$$

Quadrucci

Neste ano, o restaurante italiano contemporâneo alcança sua maioridade, mantendo-se como um dos destaques da badalada Dias Ferreira. No salão moderno são oferecidas as criações do chef Ronaldo Canha, na casa desde 2011. O atum selado em crosta de pimenta com guacamole de coulis de tomate (R$ 39,00) pode dar as boas-vindas. Renovado duas vezes por ano, o menu nunca deixa de elencar clássicos do lugar, como o filé recheado de brie ao molho funghi, servido com tagliolini ao azeite trufado (R$ 89,00). A tartelete de banana em caramelo de amendoim com crumble de paçoca e sorvete de iogurte encerra a refeição com um toque de brasilidade (R$ 29,00). Rua Dias Ferreira, 233, Leblon,2512-4551 (60 lugares). 12h/1h. Aberto em 2001. Aqui tem iFood. $$$

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)