Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Os melhores botecos de Salvador segundo VEJA COMER & BEBER 2019

Confira também duas boas barracas de praia para conhecer na capital

Por Daniel Salles, Ana Geisa Lima, Camila Botto, Joana Maltez, Maiana Brito, Mariani Campos e Marília Simões - Atualizado em 4 dez 2019, 01h01 - Publicado em 4 dez 2019, 00h01

Bagacinho

Um dos tira-gostos preferidos do público é a moela ao molho de gorgonzola servida com pães artesanais (R$ 29,00). Outra sugestão do bar que costuma agradar é o fumeiro em tiras com cebola caramelada (R$ 29,00, para dois). Os petiscos vão bem ao lado da double IPA da Barco (R$ 32,00, 473 mililitros), uma das cervejas artesanais da nova carta, que agora reúne setenta rótulos. Rua Comendador Bernardo Catarino, 171, loja 15, Barra,3264-0051 (60 lugares). 16h/0h (sáb. 12h/22h; dom. e feriados 12h/17h; fecha seg.). Aberto em 2012.

Bão Petiscaria

Estrela do menu, o exibidinho empilha uma camada de creme de aipim sob outra de proteína — a versão de camarão vem coberta por queijo de coalho maçaricado (R$ 29,90). Também tem boa saída o filé-mignon em tiras ao molho de gorgonzola (R$ 44,90). Para refrescar, o drinque batizado de porreta consiste em gim-tônica com limão-siciliano e um picolé de fruta (R$ 17,90). Rua Manoel Joaquim Alves, 314, Conjunto dos Bancários, Stiep,99132-8925 (200 lugares). 11h/0h (sex. e sáb. até 2h; dom. até 22h; fecha seg.). Aberto em 2016.

Publicidade

Bar do Ney — Point do Bode

Como o nome da casa anuncia, a especialidade deste endereço é a carne de bode. Assada na brasa e servida com vinagrete, arroz, farofa d’água ou feijão-tropeiro, sai a R$ 63,15, para duas pessoas. Outra opção é o cupim no forno, bem macio e escoltado pelas mesmas guarnições — assado por cinco horas e finalizado na brasa, R$ 48,20. Para acompanhar, a campeã de pedidos é a garrafa de cerveja Original (R$ 10,50). Rua Mato Grosso, 6, Pituba, ☎ 98837-1693 (50 lugares). 11h30/15h e 17h/22h (ter. até 16h; sex. até 22h; sáb. até 21h; fecha dom.). Aberto em 2002.

Bar do Ulisses

Com uma bela vista para a Baía de Todos-os- Santos, o bar está mais amplo e o cardápio, repleto de novos pratos. Um deles é o mufete, receita de origem africana que leva à mesa tilápia frita guarnecida de banana-da-terra, batata-doce e aipim cozidos, além de feijão-fradinho (R$ 47,00, para duas pessoas). Amantes de moqueca têm como opção a de pescada-amarela com camarão servida ao lado de pirão, farofa de dendê e arroz branco (R$ 95,00, para duas pessoas). Na seleção etílica, destaca-se a caipirinha de cachaça Leblon (R$ 15,00). Rua Direita de Santo Antônio, 541, Santo Antônio Além do Carmo,3014-0130 (180 lugares). 11h30/23h (dom. e feriados até 17h; fecha= seg.). Aberto em 1959.

Publicidade

Boteco do França

Neste tradicional boteco soteropolitano, a cozinha afinada expede os mais diversos petiscos. Entre as criações mais recentes estão o polvo ao molho de vinho com batata cozida, que chega à mesa acompanhado de pão (R$ 80,00, para duas pessoas), e o camarão empanado na tapioca e molho de mostarda e mel à parte (R$ 80,00, vinte unidades). Os tira-gostos fazem bom par com o clássico mojito (R$ 20,00) e com roskas como a de tangerina com maracujá (R$ 16,00). Rua Borges dos Reis, 24, Rio Vermelho,3334-2734 e 99902-0181 (260 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 4h; fecha seg.). Aberto em 2000.

Boteco da Mídia

A porção que reúne picanha argentina fatiada, batata gratinada e queijo de coalho empanado (R$ 60,00), batizada de três delícias, segue como a campeã de pedidos. Mas o cardápio também apresenta novidades, como a lambreta gratinada no azeite de ervas finas com queijo (R$ 35,00 a dúzia). Para abrir o apetite, vale apostar no drinque da casa, à base de uísque e água com gás, com pedaços de abacaxi, morango, kiwi e hortelã (R$ 16,00). Rua Nadir Mendonça, 16, Pituaçu,3018-4722 (160 lugares). 16h/0h (sáb. 14h/23h; dom. 12h/21h; fecha seg.). Aberto em 2013.

Publicidade

Boteco do Piri

A celebrada cozinha deste bar apresenta novidades com frequência. Algumas das mais recentes são a carne de sol de bode servida vcom guarnição de farofa d’água e vinagrete (R$ 38,00, para duas pessoas) e o caldinho de peguari com camarão (R$ 18,90). Na carta de bebidas, também não é difícil encontrar receitas que fogem do trivial, caso da roska de cacau, na casca do fruto (R$ 20,00), que dividem a atenção com as cervejas de garrafa (R$ 7,00 a Amstel). Rua Alto da Alegria, 200, Nordeste,98781-0095 (80 lugares). 11h40/23h40 (fecha qua.). Aberto em 2008.

Boteco Habeas Copos

O bolinho de bacalhau (R$ 24,90, seis unidades) é líder absoluto de vendas e costuma ganhar a companhia de uma clássica caipirinha (R$ 12,90), outro carro-chefe da casa. Se a fome for maior, o cardápio reúne sugestões como o escondidinho de fumeiro (R$ 39,90, serve duas pessoas). Avenida Almirante Marques de Leão, 172, Barra,99990-4949 (30 lugares). 17h/1h (sáb. a partir das 11h; dom. 11h/19h30; fecha seg.); Rua Portas do Carmo, 31, Largo Quincas Berro d’Água, Pelourinho,99125-8362 (120 lugares). 18h/0h (dom. 12h/22h; fecha seg.). Aberto em 1976.

Publicidade

O Cravinho

Os tonéis e as garrafas que enfeitam as paredes armazenam as infusões alcoólicas que somam mais de trinta sabores. Entre as mais pedidas, além da que leva o nome da casa — preparada com cachaça, cravo, mel e limão —, está a chamada de gabriela, na qual se adiciona canela. A dose de cada uma custa R$ 4,00. Para beliscar, vai bem a carne defumada com farofa e molho lambão (R$ 33,00, para duas pessoas). Largo Terreiro de Jesus, 3, Pelourinho,3322-6759 (54 lugares). 11h/ 22h. Aberto em 1980.

Di Janela

Em clima descontraído, a clientela se acomoda em mesinhas espalhadas pela calçada diante do bar. O público chega para provar as criações expedidas pela cozinha, caso do polvo na chapa com purê de batata e lascas de bacalhau (R$ 68,00, para duas pessoas). Outra sugestão é a moqueca de camarão com banana-da-terra, guarnecida de arroz, farofa e pirão (R$ 80,00, para dois). Para acompanhar ou anteceder os pratos, a sugestão é a cachaça baiana Rio do Velho, produzida na cidade de Ilhéus — a dose servida com caju sai a R$ 9,00. Rua da Glória, 9, Saúde,99296-8700 (60 lugares). 11h/16h (sáb. e dom. 12h/18h; fecha seg. a qua.). Aberto em 2013.

Publicidade

Espaço Cultural D’Venetta

O carro-chefe do bar, instalado num antigo casarão, é a maniçoba. Acompanhada de arroz, a porção para duas pessoas sai a R$ 47,00. Outra pedida é o bobó de camarão, que também vem com arroz, e custa R$ 92,00, para dois. No rol de bebidas, há drinques como o atalé, feito com gengibre, cachaça e melaço (R$ 14,00). Rua dos Adobes, 12, Santo Antônio Além do Carmo,3243-0616 (100 lugares). 17h/23h45 (dom. 11h45/18h; fecha seg. a qua.). Aberto em 2009.

Feijão da Fará

O prato célebre de Faraildes Ferreira, a Fará, é o feijão servido com carne de sertão, calabresa e mocotó (R$ 50,00, para duas pessoas). A especialidade da casa divide a atenção com outras receitas da cozinha, caso da rabada cozida com agrião e ladeada por pirão ou feijão (R$ 75,00, para duas pessoas). Para beber, têm boa saída cervejas de garrafa como a Petra e a Amstel (R$ 10,00 cada uma), assim como a cachaça Seleta (R$ 7,00 a dose). Rua Doutor Aristides de Oliveira, 1185, Santa Mônica,3386-6364 (80 lugares). 7h/17h (sáb. 6h/17h; fecha dom.). Aberto em 1989.

Publicidade

Jô da Bahia

O forte de Jomar Garcia, o Jô, é criar receitas autorais com frutos do mar, entre elas a moqueca de camarão com maxixe e quiabo, que é servida com arroz de coco e farofa de licuri com pedaços de abacaxi (R$ 90,00, para duas pessoas). A roska cítrica faz bom par com os pratos e é resultado de uma mescla de laranja, limão, tangerina e vodca (R$ 15,00). Um aviso importante: a casa só atende com reserva. Rua Professor Francisco Góes Calmon, 50, São Caetano,99109-8481 (20 lugares). 15h/21h (sáb. 12h/20h; dom. 12h/18h; fecha seg.). Aberto em 2001.

Mabariscada

Localizado no bairro Plataforma, o bar atrai a clientela com boa seleção de cervejas — entre elas a Petra e a Cacildis de garrafa (R$ 9,00 cada uma) — e uma cozinha que aposta no preparo de ingredientes do mar. Um dos pratos do cardápio é a lasanha de moqueca, feita com camarão, queijo, molho de moqueca e banana-da-terra (R$ 75,00, para três pessoas). Às quintas, das 20h às 22h30, a casa serve um rodízio que inclui de paella a casquinha de siri (R$ 35,90 por pessoa). Rua Baptista Machado, 89, Plataforma,3043-0075 e 98630- 1198 (270 lugares). 11h/22h30 (qui. a sáb. até 23h, fecha ter.). Aberto em 2007.

Publicidade

Mocambinho

O forte deste bar é a carta com mais de 200 rótulos de cachaça. As bebidas são empregadas também no preparo de drinques — o mais pedido é o que combina cachaça, hibisco e limão-siciliano (R$ 18,00,). Outro coquetel que tem boa saída é feito com uva, manjericão e gengibre (R$ 14,00). Para forrar o estômago, a novidade é o queijo de coalho na chapa com carne de fumeiro, pimenta doce e cebola-roxa (R$ 38,00, para duas pessoas). Rua da Faísca, 12, Dois de Julho,3012-2591 (70 lugares). 18h/1h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2007.

Platô

As mesas acomodadas sob uma enorme mangueira são um convite para petiscar pratos como o furacão baiano, feito com carne-seca desfiada, banana-da-terra grelhada na chapa com queijo de coalho e coco ralado (R$ 48,00). Para matar a sede, vale experimentar o drinque batizado de morere, uma mistura de cacau, limão e vodca (R$ 16,00), ou a cerveja Heineken de garrafa (R$ 14,00). Rua Plínio Moscoso, 25, Chame-Chame,99908-6996 (28 lugares). 16h30/0h (qui. até 1h; sex. até 2h; sáb. 11h30/2h; dom. 11h30/22h; fecha seg.). Aberto em 2008.

Publicidade

Porto Caymmi

O camarão crocante, empanado e servido com molho tártaro (R$ 35,00), é o carro-chefe da cozinha. Para os carnívoros, a opção mais popular é a carne de sol acompanhada de purê de aipim e salada (R$ 45,00, para dois). A seleção de bebidas inclui chope Sailor (R$ 5,90, 300 mililitros) e cerveja Bohemia de garrafa (R$ 12,00). Praça Brigadeiro Faria Rocha, 237, Rio Vermelho,98878-3470 (100 lugares). 12h/2h. Aberto em 2009.

Quintal Raso da Catarina (campeão de 2019)

A engenhosidade de Graça Novais e Jorge Queirós, o casal que assumiu há quase trinta anos o boteco mais conhecido da Avenida Sete de Setembro, fez toda a diferença. Foi a dupla que instalou a cobertura sobre parte das mesas, decorou a frondosa mangueira com flores feitas de tampinhas de garrafa pet, revestiu uma das paredes com Lps e encapou os cardápios com recortes variados. A criatividade não para por aí: os clientes que pedem cerveja recebem uma caixinha fechada a cadeado, na qual são depositadas as tampinhas de cada garrafa consumida — a Heineken custa R$ 13,90; a Eisenbahn, R$ 11,90. Ainda entre as opções etílicas, mais de 200 rótulos de cachaça ficam acomodados em uma vitrine, outra inclusão do casal. estão ali preciosidades como a Middas, com flocos de ouro 23 quilates (R$ 50,00 a dose). A Serra das Almas é utilizada no preparo das caipirinhas que levam umbucajá com rúcula, cupuaçu, mangaba, kiwi e graviola (R$ 20,00 cada uma). Incorporada há pouco ao cardápio, a costelinha de carneiro defumada chega à mesa com feijão-tropeiro e vinagrete (R$ 45,00). Os hits, no entanto, continuam sendo o escondidinho de carne de sol (R$ 45,00, para duas pessoas) e o jabá com calabresa e queijo de coalho (R$ 33,00). Convém não exagerar na comida e na bebida, e dar um tempo depois de pedir a conta — revestida de nacos de azulejos, a sinuosa escadinha que liga o bar à rua exige atenção. Avenida Sete de Setembro, 1370, Campo Grande, ☎ 98842-0588 (200 lugares). 17h/0h (sex. e sáb. até 1h; fecha seg.). Aberto em 1976.

Publicidade

Recanto Tia Maria

Com vista para o mar, o lugar é simples e tem cardápio enxuto, mas encanta pelas delícias preparadas por Tia Maria, como é conhecida Maria Deilda dos Santos. Duas das receitas mais pedidas pelos clientes são o siri boia (R$ 6,00 a unidade) e a casquinha de siri, que chega em uma travessa acompanhada de farofa (R$ 40,00). O crustáceo também pode ser preparado como moqueca, ensopado e guarnecido de pirão, farofa e arroz (R$ 80,00, para duas pessoas). Para refrescar, há cervejas de garrafa Itaipava (R$ 7,00) e Eisenbahn (R$ 10,00). Ao fim das refeições, a proprietária oferece como cortesia o famoso quebra-queixo. Avenida Constelação, 51, Monte Serrat,3312-1746 (15 lugares). 12h/18h (fecha seg.). Aberto em 1984.

Sabor Regional

Mesas na calçada e cardápio repleto de ingredientes típicos são os principais atrativos deste endereço. Saem da cozinha receitas como a batizada de oxe, vai dar bode, que leva à mesa carne de bode na chapa com queijo de coalho e banana-da-terra guarnecidos de creme de aipim, salada e feijão (R$ 33,90, para duas pessoas). O fondue de coxinhas faz sucesso — o salgado ganha recheios como bode com queijo de coalho ou carne de fumeiro com banana-da-terra, e vai à mesa com molho três queijos (R$ 25,00, sete unidades). Para refrescar, cerveja Devassa de garrafa (R$ 8,50) e suco de morango (R$ 6,50, 400 mililitros). Avenida Leovigildo Filgueiras, 515, Garcia,98847-1878 (52 lugares). 12h/21h30 (fecha dom.). Aberto em 2012.

Publicidade

Velho Espanha Bar e Cultura

Um bar centenário, conhecido reduto cultural, reabriu as portas em 2017. O cardápio presta homenagem a alguns pontos famosos da cidade de Salvador — um exemplo é o escondidinho Solar do Unhão, de camarão com purê de aipim (R$ 56,90, para dois). Também para ser compartilhada por duas pessoas, a moqueca de camarão é escoltada por pirão, arroz e farofa amarela (R$ 64,90). Para bebericar entre uma mordida e outra, fazem sucesso as cervejas de garrafa Original (R$ 11,00) e Stella Artois (R$ 12,00, 550 mililitros). Rua General Labatut, 38, Barris,3043-7481 (100 lugares). 15h/0h (sáb. e dom. 10h/1h). Aberto em 2017.

BARRACAS DE PRAIA

Barraca Aquarius

Publicidade

A casa ocupa uma extensa faixa de areia e oferece diversas opções a quem quer praticar esporte: são duas quadras para jogar futvôlei, beachtenis e vôlei de praia. Além disso, tem local para acomodar pranchas e espaço para prática de kitesurf. Para repor as energias, a pititinga frita é servida acompanhada de molho tártaro (R$ 46,00). Na carta de drinques constam pedidas como o gim-tônica com destilado da marca Beefeater e toque de hibisco (R$ 25,90). Avenida Beira Mar, QSTM 6, tipo B, lote 3, Stella Maris,3249-3835 (150 lugares). 9h/17h. Aberto em 2018.

Barraca do Lôro

O famoso bar de praia, com três endereços na capital, tem cardápio recheado de boas pedidas. Exemplo disso são entradas como o camarão crocante com coco, servido com molho pomodoro e chutney de manga (R$ 55,80), e o escondidinho do sertão, que combina picanha, filé-mignon, carne de sol e calabresa gratinados com queijo de coalho (R$ 45,00). Da carta de drinques, o moscow mule é preparado com uma mescla de vodca Absolut, ginger ale, limão, espuma de gengibre e canela em pó (R$ 24,90). Rua Desembargador Manoel de Andrade Teixeira, 266, Praia do Flamengo,3249-3835 e 3015-0140 (700 lugares). 9h/17h; Rua Vinicius de Moraes, lote 7, Pedra do Sal,3023-5018 (250 lugares). 9h/17h; Alameda Mar del Plata, 1, quadra 2, lote 1, Stella Maris,2137-5002 (350 lugares). 9h/17h. Aberto em 1995.

Quer conhecer todos os campeões de VEJA COMER & BEBER e o roteiro completo de comidinhas, bares e restaurantes em Salvador? Clique aqui.

Publicidade