Clique e assine a partir de 9,90/mês

Seleção B estreia na Copa Pan-americana com vitória sobre o México

Por Da Redação - 9 jul 2012, 21h03

A Seleção Brasileira masculina de vôlei não teve problemas para estrear com vitória na Copa Pan-americana, realizada em Santo Domingo, capital da República Dominicana. Jogando com seu time B, a equipe nacional derrotou o México por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/15 e 25/16, em 1h09min de partida.

‘A equipe teve um desempenho muito bom, levando em consideração que hoje era a estreia. Mas, apesar de jovem, o nosso time já apresenta um nível de experiência elevado. São jogadores de boa qualidade técnica’, analisou o técnico Leonardo Carvalho.

Na opinião do treinador brasileiro, o levantador Raphael, um dos destaques do Trentino no Campeonato Italiano, foi o principal homem da partida. Jogador mais experiente do grupo, ele auxiliou os atletas mais novos e impressionou Leonardo Carvalho, que nunca tinha trabalhado a seu lado.

Os elogios de Leonardo Carvalho, que regularmente comanda a Seleção Brasileira juvenil, ganha mais importância pelo fato de a posição de levantador ser uma das mais questionados na equipe nacional principal. Atualmente, Bruninho e Ricardinho são as opções do técnico Bernardinho para os Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Continua após a publicidade

‘Eu nunca tinha trabalhado com ele, ou mesmo tido oportunidade de acompanhá-lo de perto, mas estou encantado com a postura e a capacidade de liderança deste rapaz. Foi uma grande surpresa para mim. Surpresa positiva. Mas, o time todo foi muito bem e o destaque quando o time vai bem é o coletivo’, falou o treinador brasileiro.A Seleção Brasileira B volta à quadra já nesta terça-feira para seu segundo jogo na Copa Pan-americana. Às 16h (de Brasília), o time enfrenta a Venezuela, adversário que deve oferecer mais resistência do que o México. Na quarta-feira, o Brasil enfrenta os Estados Unidos e encerra sua participação no Grupo B.

‘A Venezuela é um time que se caracteriza por sempre revelar jogadores com um potencial físico impressionante. Eles têm uma mescla muito bacana de jogadores experientes com jogadores que estão recém-saídos da seleção juvenil. Vai ser um jogo bem disputado’, disse o técnico do Brasil.

Publicidade