Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Se sentindo em casa, Sorondo pensa em voltar bem e renovar com o Inter

Por Da Redação - 6 out 2011, 19h10

Mais um recomeço para Sorondo. O zagueiro do Inter é daqueles que leva a pancada, assimila e dá a volta por cima. Após seis meses, o jogador retomou os treinos com bola nessa semana. Faltando pouco tempo para o fim da temporada e com seu contrato findando em dezembro, o uruguaio corre para provar o seu valor e prolongar sua estadia no Beira-Rio.

‘Estamos falando (Sobre a renovação). Não tem nada definido, nem sim, nem não. Minha mentalidade é ficar bem. Se mostrar que estou bem, eu quero ficar. Se eu não ficar bem, não adianta ficar. Não seria justo. Minha prioridade é ficar bem, não é o contrato. Se tiver oportunidade de renovar, eu estou na minha casa. Se tiver que renovar será o maior prazer’, comentou o defensor.

Desde 2007 no clube, sua passagem é marcada por lesões. Ao todo foram uma, duas, três quatro, cinco cirurgias. Mesmo que esteja há quatro anos no Inter, o uruguaio ainda não alcançou os 100 jogos com a camisa colorada.

O atual recomeço ocorre por um dupla lesão. No fim de março, no gramado sintético do Passo d’Areia, Sorondo escorregou em uma dividida,no mesmo lance lesionou o ombro e o joelho, se transformando na mais dura das recuperações. Antes ele havia passado por dois procedimentos no joelho e retirado uma hérnia inguinal.

Publicidade

‘Quero voltar com mais força ainda. Pensamento positivo’, comentou. As perguntas sobre os motivos de tantos problemas físicos se repetem com o passar do tempo, as respostas insistem em não vir, pois ninguém encontra uma justificativa definitiva. ‘Não sei. Também não fico pensando se foi isso ou foi aquilo. Quando cheguei aqui não tinha tido nenhuma. Não se pode ficar pensando as razões. No futebol as coisas acontecem’, lamentou.

Quando machucou o ombro e joelho, Sorondo era titular da zaga, vivendo uma de suas melhores fases no Inter. O ano está acabando e o setor ainda não encontrou uma formação incontestável. No momento as vagas são de Rodrigo Moledo e Juan.

‘Minha expectativa é voltar bem fisicamente e me recuperar. Voltar bem tecnicamente, isso só se pega nos treinos. Depois se tiver a oportunidade, vou jogar’, explicou.

Faltando dois meses para o término do Campeonato Brasileiro, Sorondo tem o seu futuro em jogo. Agora, é aguardar pela oportunidade.

Publicidade