Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Red Bull prega condições iguais, mas admite promoção de piloto em 2013

Por Da Redação 14 fev 2012, 07h35

Sebastian Vettel não terá preferências dentro da Red Bull. Isso é o que prega o dono da escuderia, Dietrich Mateschitz. Segundo ele, o time disponibilizará as mesmas condições para o alemão e para o australiano Mark Webber, não havendo jogo de equipe. Mateschitz admitiu ainda que deve promover um piloto da Toro Rosso na próxima temporada da Fórmula 1.

‘Nossa atitude não mudou. Não há jogo de equipe’, assegurou Mateschitz ao jornal austríaco Kleine Zeitung. Apesar do domínio de Vettel nos últimos dois anos, Mark Webber terá plenas condições de brigar pelo título, segundo o empresário austríaco. No entanto, a chegada de um piloto da Toro Rosso em 2013 faz parte dos planos da escuderia e isso pode determinar o fim do vínculo do piloto australiano com o time de energéticos.

‘Nossa meta é colocar um dos juniores no carro’, revelou Mateschitz se referindo a dupla de pilotos da Toro Rosso, Jean-Éric Vergne e Daniel Ricciardo. O dirigente ainda falou da possibilidade de Webber ser o líder da Red Bull na atual temporada. ‘Mas por que não Webber? Estou curioso para saber o quanto será difícil ou impossível para Vettel manter seu domínio’.

Independentemente do piloto que estará à frente na equipe, Mateschitz acredita que a Red Bull novamente será a escuderia de destaque no Mundial de Pilotos e também no Mundial de Construtores.

Ele minimizou a importância dos testes em Jerez de la Frontera, na Espanha. ‘Esses testes não são referência. Cada piloto tem seus próprios objetivos e planos visando atender determinados critérios. Mas acho que o equilíbrio das forças deve permanecer o mesmo’, encerrou o empresário.

Continua após a publicidade

Publicidade