Clique e assine a partir de 9,90/mês

Porta-voz do Anzhi Makhachkala nega que Eto o terá maior salário do mundo

Por Da Redação - 24 ago 2011, 11h34

Nesta quarta-feira, um porta voz do Anzhi Makhachkala declarou que o atacante Samuel Eto o contratado no início desta semana, não irá receber o maior salário do mundo, estimado em 20,5 milhões de euros (R$ 47 milhões). Além disso, deixou claro que a negociação com a Inter de Milão foi fechada em 21 milhões de euros, e não em 27, como havia sido especulado na imprensa internacional.

De acordo com Alexander Udaltsov, o camaronês terá um salário um pouco abaixo do que Cristiano Ronaldo recebe no Real Madrid – R$ 27,6 milhões por ano – porém, não determinou o valor exato.

‘Ele é muito conhecido ao redor do mundo e ajudará o clube a alcançar o objetivo de chegar na Liga dos Campeões. Nosso clube está em um processo de construir um grande time e assinar com Samuel Eto o é um grande passo,’ disse Udatsov, em entrevista à BBC.

Com 30 anos de idade, Eto o jogará ao lado dos brasileiros Roberto Carlos, Diego Tardelli, Jucilei e João Carlos. O time russo, cujo dono é o bilionário Suleiman Kerimov, é o quarto colocado no campeonato nacional.

Publicidade