Clique e assine a partir de 9,90/mês

Os maiores micos no esporte em 2017

Assaltos, retorno de aposentadoria e chilique ao vivo foram alguns dos destaques das gafes do ano

Por Da redação - 23 dez 2017, 10h11

O ano em que Lewis Hamilton conquistou seu quarto título de Fórmula 1, o Brasil se classificou com tranquilidade para a Copa do Mundo da Rússia e Neymar protagonizou a maior transferência do futebol mundial também teve diversos micos e gafes. Confira:

‘Acabou a brincadeira’

Apostando na força das contratações do Palmeiras no início da temporada, o jornalista Carlos Cereto, do SporTV, cravou durante o programa Redação SporTV que “acabou a brincadeira”. “Ganha tudo de novo, vai ganhar tudo que disputar, vai ser campeão brasileiro outra vez”. Resultado: a equipe foi eliminada em todas as competições que disputou e viu mais um Campeonato Brasileiro nas mãos do rival Corinthians.

Continua após a publicidade

O chilique de Neto

comentarista deu um chilique durante o programa Os Donos da Bola, da Band, após o Corinthians ser derrotado pela Ponte Preta e correr o risco de deixar o liderança do Brasileiro. Neto virou uma infinidade de memes.

Galvão Bueno tentando ‘hablar en español’

Continua após a publicidade

No programa Bem, Amigos, do SporTV, ao receber o goleiro Diego Alves, do Flamengo, em uma participação ao vivo após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, Galvão Bueno tentou conversar em espanhol com o jogador, que atuou por dez anos na Europa. Alves não conseguia compreender a pergunta do apresentador, que insistia em falar em espanhol. Após perceber que não teria sucesso, desistiu e refez a questão, mas em português.

Saída de Neymar, uma ‘piada’

Neymar

Em julho, Marcelo Bechler, jornalista do Esporte Interativo, cravou que Neymar deixaria o Barcelona para se juntar ao PSG. Sem nada confirmado, o perfil oficial do SporTV fez uma brincadeira em seu Twitter. Cerca de um mês depois, os franceses anunciaram a contratação do brasileiro e a emissora apagou a publicação, após ser alvo de diversas piadas.

A ‘morte’ de Ricardo Oliveira

Em partida válida pela fase de grupos da Libertadores, o Santos foi a Bogotá para enfrentar o Santa Fé. Os jogadores estavam no gramado, aguardando o apito inicial, quando o locutor do estádio El Campín anunciou o pedido de um minuto de silêncio para o atacante Ricardo Oliveira, capitão da equipe brasileira. A homenagem deveria ter sido endereçada ao ex-jogador Kaneco, que defendeu o Santos na era Pelé e morreu em 18 de abril, um dia antes da partida.

Continua após a publicidade

 Mais um penteado de Neymar

Neymar: fim do namoro com Bruna Marquezine

Em 2017, o look que mais chamou a atenção foi o visual apresentado em um evento beneficente do instituto que leva seu nome. Nas redes sociais, o corte viralizou e o jogador foi comparado ao cantor Cauby Peixoto, entre outros. A foto foi feita no mesmo dia que Neymar anunciou o término do namoro com a atriz Bruna Marquezine – mais um motivo para as piadas da internet.

A segunda expulsão de Stephen Curry

O astro da NBA foi punido pela segunda vez por atirar seu protetor bucal durante um jogo. A primeira foi nas finais de 2016, quando arremessou o protetor em direção a um torcedor do Cleveland Cavaliers. O último episódio ocorreu em outubro, no início da temporada, quando ficou insatisfeito com uma marcação na partida contra o Memphis Grizzlies e atirou o objeto em direção a um árbitro. Curry foi expulso e multado em 50.000 dólares (cerca de 160.000 reais).

Continua após a publicidade

Kyrgios: sem explosão, mas ainda cometendo gafes

O jovem tenista australiano não para de aprontar. No Masters 1000 de Montreal, antes de sacar, jogou a toalha em que se secava para uma pessoa ao fundo da quadra: ele confundiu um juiz de linha com um boleiro. Meio sem jeito, pegou a toalha do chão e rapidamente a entregou ao auxiliar de quadra.

Assaltos às equipes de F1

Sem corridas decisivas, uma vez que Lewis Hamilton se sagrou campeão no Grande Prêmio do México, a prova no Brasil ficou marcada de maneira negativa. O próprio piloto britânico comunicou pelo Twitter que a Mercedes, sua equipe, havia sido assaltada e mantida sob a mira de armas na noite de sexta-feira (10 de novembro). Um dia depois, foi a vez de integrantes da Sauber serem abordados por bandidos nos arredores do Autódromo, localizado na zona sul de São Paulo. Houve tentativa de assalto até após a corrida à van da Pirelli, fornecedora de pneus oficial da categoria.

Continua após a publicidade

A segunda aposentadoria de Felipe Massa

Felipe Massa retorna para a Fórmula 1

Felipe Massa anunciou a aposentadoria da Fórmula 1 no final de 2016. Na penúltima prova do ano, em Interlagos, o brasileiro da Williams recebeu inúmeras homenagens das equipes, houve muito choro e emocionantes momentos. Porém, ao ver sua equipe ficar sem um dos pilotos para a temporada seguinte, não tardou a voltar à ativa para correr novamente, anunciando a volta em janeiro. Neste ano, se despediu definitivamente do volante da F1..

Publicidade