Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova York em festa com a vitória dos Giants no Superbowl

“Vamos Giants! Vamos Giants!” gritam eufóricos os torcedores vestindo a camisa azul e branca do New York Giants na frente do telão do Blind Pig, um dos inúmeros bares de Manhattan que viveram em clima de festa a vitória da equipe nova-iorquina no Superbowl, disputado no último domingo.

Em partida emocionante com suspense até os últimos segundos, os Giants derrotaram o New England Patriots por 21 a 17 na grande final do futebol americano, repetindo o feito de 2008, quando levaram a melhor sobre o mesmo adversário.

“Já vi este filme em 2008. Eles (os Patriots) poderiam ter liquidado a partida bem antes, mas não conseguiram. Nós nos mantemos vivos na partida e aqui estamos. Somos os melhores outra vez!”, comemorou Matthew Ferrara, estudante de 23 anos.

Há quatro anos, os Giants tinham conseguido uma virada espetacular nos segundos finais, e desta vez, o Touch Down decisivo foi marcado por Bradshaw a menos de um minuto do fim da partida.

Na ocasião, bares e restaurantes de toda a cidade de Nova York ofereciam promoções especiais e cardápios temáticos para entrar no clima do maior evento esportivo do ano nos Estados Unidos.

No Blind Pig, mas de cem pessoas -praticamente o mesmo número de homens e mulheres- pagaram 10 dólares a entrada (com direito a uma bebida) para poder assistir à partida em um dos nove telões deste estabelecimento do bairro East Village.

“Prontos para o Superbowl?”, gritou um pouco antes do início do jogo um jovem vestindo a camisa dos Giants, que acabara de subir no balcão do bar.

“Siiiim!”, respondeu a ‘plateia’, repleta de jovens brindando com suas canecas de chopp.

O jogo começou bem para os Giants e o bar vibrou quando Víctor Cruz marcou o primeiro Touch Down da partida.

Apesar da dominação do time nova-iorquino, os Patriots viraram para 10 a 9 no fim do segundo quarto, jogando um balde de água fria nos torcedores.

Só mesmo o show sexy e ousado da Madonna no intervalo para o clima esquentar de novo. As garçonetes dançaram em cima do balcão ao som da diva do pop, e jogaram brindes para a ‘plateia’, levando marmanjos ao delírio.

O time de New England voltou com tudo no terceiro quarto, ampliando sua vantagem para 17 a 9, mas os Giants nunca desistiram e encostaram aos poucos no marcador, até o Touch Down decisivo de Bradshaw no minuto final.

Os poucos segundos que sobraram pareciam durar horas, mas os nova-iorquinos conseguiram segurar o resultado, frustrando as últimas tentativas de Tom Brady, marido da top model brasileira Gisele Bündchen, e fazendo o Blind Pig explodir de alegria.

“Sinceramente, num determinado momento do segundo tempo, não acreditava que os caras pudessem virar. Eles deram a volta por cima de forma incrível”, comentou a vendedora de roupas Lisa O’Connell, de 30 anos.

Após a partida, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, anunciou que nesta terça-feira seria organizada uma grande parada em honra dos novos heróis da cidade.

“O ‘Azulão’ (‘Big Blue’ em inglês, apelido dos Giants) fez uma partida que ficará nas memórias e vamos festejá-lo como merece na terça-feira”, declarou Bloomberg num comunicado.