Clique e assine a partir de 8,90/mês

Jadson se diz focado no Coritiba, mas já elogia Palmeiras e Grêmio

Por Da Redação - 20 jun 2012, 12h03

Antes de passar sete anos no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, Jadson foi revelado pelo Atlético-PR e por isso é considerado um ‘olheiro’ do Coritiba para o jogo desta quarta-feira. E a segunda semifinal da Copa do Brasil, no discurso do meia, é o foco de sua concentração. Mas o jogador está de olho na outra chave já fazendo elogios a possíveis oponentes na decisão.

‘São duas grandes equipes, finais tanto contra o Palmeiras como contra o Grêmio, seriam grandes jogos, contra excelentes times, mas primeiro devemos passar pela semifinal’, disse o camisa 10 do São Paulo, negando-se a ver a vitória palmeirense por 2 a 0 no Olímpico como definitiva na busca pela vaga. ‘O Palmeiras conquistou um grande resultado fora de casa, mas também não tem nada decidido.’Palmeiras e Grêmio definiram o segundo finalista da Copa do Brasil ao se encontrarem nesta quinta-feira na Arena Barueri. O vencedor já saberá quem enfrentará na decisão. Nesta quarta-feira, o São Paulo, que venceu o Coritiba no Morumbi por 1 a 0, só sai do Couto Pereira desclassificado se perder por mais de um gol de diferença ou por 1 a 0 e fracassar nos pênaltis.

A receita do ‘olheiro’ Jadson é de atenção total para não jogar a vantagem fora. A ordem é esquecer do que pode ocorrer em uma possível final. ‘Nosso pensamento, antes de tudo, é em passar pelo Coritiba, que tem uma equipe muito forte. Aí sim a gente pensa em quem vai enfrentar depois’, indicou, com dicas para o duelo desta noite no Paraná.

‘Não podemos dar mole, o Coritiba é muito forte jogando em casa. Precisamos de calma e inteligência, um empate mesmo nos interessa’, apontou. ‘Estamos todos com o pensamento de classificação, concentrados no mesmo objetivo, que é conquistar a Copa do Brasil, um título que o São Paulo ainda não tem’, continuou o armador.

Continua após a publicidade
Publicidade