Clique e assine a partir de 9,90/mês

Insultos racistas interrompem amistoso Sparta Praga-Bellinzona

Por Michal Cizek - 5 fev 2012, 16h55

O amistoso disputado, neste domingo, entre o Sparta Praga, da República Tcheca, e o Bellinzona, da segunda divisão suíça, foi suspenso devido a insultos racistas de um jogador da equipe helvética contra um adversário, noticiou a página na internet do clube tcheco.

Pavel Pergl, zagueiro tcheco que anteriormente jogou no Sparta, foi expulso por causa de um “ataque verbal” contra o camaronês Leo Kweuke, em amistoso disputado na cidade espanhola de Jerez de la Frontera (província de Cádiz, no sul do país).

Os dois clubes concordaram com a finalização do jogo antes dos 90 minutos regulamentares.

“O jogador tcheco fez insultos racistas contra mim”, disse Kweuke, atacante de 24 anos do clube tcheco.

“Leo (Kweuke) estava consternado”, comentou o porta-voz do Sparta Praga, Ondrej Kasik.

Kweuke é um internacional camaronês e marcou 14 gols na edição atual do campeonato tcheco.

Pergl, de 34 anos, jogou no Sparta de Praga entre 2003 e 2005.

“Estamos envergonhados com o comportamento mesquinho do jogador tcheco”, disse o treinador do Sparta, Jaroslav Hrebik.

Continua após a publicidade
Publicidade