Clique e assine com até 92% de desconto

Flamengo perde para Atlético-PR e mergulha na crise

Por Da Redação 11 set 2011, 20h07

Último a perder a invencibilidade do Brasileirão e antes disputando a liderança da competição, o Flamengo vai caindo a cada rodada. Neste domingo, em Macaé, o Rubro-Negro carioca sofreu mais uma derrota, por 2 a 1, diante do Atético Paranaense. Héracles e Guerrón marcaram para os visitantes, enquanto Wellinton descontou.

Com os resultados da rodada, o Fla está fora da zona de classificação para a Libertadores, em sexto lugar com 36 pontos. Já o Atlético permanece na zona do rebaixamento, em décimo oitavo, com 22 pontos.

Pressionado por sete jogos sem vencer e caindo na tabela, o Flamengo foi à campo disposto a pressionar e buscar o gol desde o início, e dominou amplamente o primeiro tempo.

A Atlético-PR, desfalcado e em má fase, se armou com duas linhas de quatro, dois atacantes, e jogou atrás da linha da bola esperando o erro do adversário.

A primeira chegada perigosa foi do time da casa. Aos 3, Deivid sofreu falta na intermediária, e Renato abreu arriscou de longe e acertou a trave de Renan Rocha.

O goleiro paranaense quase entregou o ouro aos 7, quando saiu jogando e por pouco Deivid não aproveita. Na sequência, Thiago Neves faz jogada individual pela intermediária e arrisca. A bola sobra para Deivid na direita da área mas ele fica sem ângulo e conclui para fora.

O Fla tem o domínio da posse de bola e o Furacão aguarda um erro, que quase veio aos 12. O zagueiro Wellinton deu um chutão, a bola bateu em um adversário e sobrou para Rodriguinho na direita. O atacante avançou e tentou o chute da entrada da área, mas a bola saiu fraca e Felipe defendeu.

Continua após a publicidade

Aos 25, Ronaldinho recebeu no bico esquerdo da área e levantou em direção ao gol, Deivid tenta de cabeça mas não alcança, e Renan rocha espalma.

Apesar do domínio, o Rubro-Negro carioca acabou punido no final do primeiro tempo. Num contra-ataque do Furacão, Guerrón fez jogada pela esquerda e tocou para o meio da área. Héracles entrou livre e empurrou para o fundo redes.

O gol abalou a equipe carioca que desceu cabisbaixa para os vestiários. Vanderlei Luxemburgo resolveu arriscar e tirou Muralha e Deivid para as entradas de Negueba e Jael. Já Antônio Lopes trocou Rodriguinho por Adaílton.

Na volta para o segundo tempo, o segundo golpe. Com menos de um minuto de jogo, Guerrón recebeu na direita da área, se livrou de Wellinton passando a bola por debaixo das pernas do zagueiro, e tocou por cobertura para marcar um golaço: 2 a 0 Atlético-PR

O segundo gol deixou o Fla desestabilizado. Desorganizado, a equipe foi pra cima do Atlético na base do abafa, mas não conseguia chegar ao gol, e quando chegava perto, faltava sorte. Aos 19, Ronaldinho cobrou escanteio pela direita do ataque, a bola foi no primeiro pau e Thiago Neves entrou de cabeça. Deivid, do Atlético, estava em cima da linha e impediu o gol.

Aos 24, Guerrón faz falta violenta e é expulso. Mesmo com um homem a mais, o Fla continuava com dificuldades, até que aos 36 Wellinton aproveitou a sobra num escanteio e diminuiu de voleio.

O final do jogo foi dramático, com o Fla pressionando pelo empate e o Furacão se segurando como podia. Aos 41, Ronaldinho pegou uma sobra pela esquerda e soltou a bomba, que saiu com perigo pela linha de fundo. Dois minutos depois foi a vez de Jael desperdiçar na pequena área, com a defesa salvando. A pressão foi até o apito final, mas o placar se manteve.

A próxima rodada do Campeonato Brasileiro será daqui a uma semana, quando o Flamengo tem o clássico diante do botafogo no domingo, no Engenhão. Já o Atlético recebe o Figueirense na Arena da Baixada, no mesmo dia.

Continua após a publicidade
Publicidade